Veja as últimas notícias de florianópolis


Sunset bom é o do Mercado

Deolhonailha: 01/04/2013 - Postado por: Felipe Lenhart

Sunset bom é o do Mercado

Foto: PMF

Hão de me desculpar os promoters, os donos de boates e bares de praia, os contrabandistas de celebridades, os fotógrafos biscateiros, os músicos que animam a noite, os DJs que por aqui aportam (todo dia há um melhor do mundo novo), os “baladeiros” que não se incomodam com o barulho e o empurra-empurra, os garçons que ganham boas gorjetas de gente que tem bastante dinheiro para distribuir, as empresas que prestam serviços de som e imagem, os empresários que se dedicam a pensar e promover festas, os seguranças privados que eventualmente são contratados para segurar a boiada, os designers que desenham flyers e folhetos maneiros, lindíssimos, anunciando todo o trabalho dessa turma nas festanças de arromba que ocorrem quase todos os dias em praias e balneários de Santa Catarina. Há de me desculpar toda essa gente, mas não há sunset party que bata, supere, sequer se equipare ao bate-papo durante o pôr-do-sol no Mercado Público de Florianópolis.

Se na sua casa de praia falta água ou energia. Se a Casan por acaso o multou por lavar o carro, “desperdiçando” na praia a água que você pagou o ano inteiro sem utilizar. Se a mosquitada não lhe dá descanso à noite, se no supermercado não há flit em quantidade suficiente. Se você tomou um baita caldo de onda traiçoeira na Joaquina, se as águas tristonhas de Daniela já lhe enfararam. Se você teve de ouvir três vezes seguidas o CD de 96 músicas mp3 numa fila na SC-401. Se o seu time não contratou um único e escasso reforço digno de adjetivos positivos para o início da temporada. Se você tentou jantar fora e não conseguiu. Se alguém na praia já lhe chutou areia na cara. Se o sujeito que vende queijo coalho insiste em lhe oferecer a borracha chamuscada. Se a sua namorada, Deus do céu, deu-lhe um pé na bunda e foi atrás de um surfista. Se as suas férias passaram num ai e você já voltou a trabalhar… Bom, então você precisa ver o sol cair sentado numa das mesinhas da área externa do Mercado Público.

Quem está trabalhando diariamente aproveita melhor, até. Porque depois de ralar o dia inteiro, ter a camisa empapada com o suor dos justos, a cabeça carregada com as preocupações do serviço e da família, pouco dinheiro no bolso e nenhum relógio no pulso, o pôr-do-sol no Mercado Público é a panacéia. Lá está a cidade, pulsa a cidade, bebe e come quem é e está na cidade. O pastel de berbigão preparado na hora, o filé de sardinha frito em óleo renovado. O chope com dois dedos de colarinho, a caipirinha com açúcar na medida exata (mais embriagante do que engordativo). E, em volta, uma gente sem pose ou firula, conversando, bebendo e comendo enquanto o sol cai lá pros lados do Continente.

Periga ainda de você olhar para o lado e descobrir a figura afável do seu Chico Amante, um nativo da melhor cepa, autor da série "Somos todos manezinhos" e do quase filosófico "Ser manezinho". O papo com ele é variado e de primeira: do cenário político da cidade a causos ilhéus de tirar o fôlego. O mesmo ocorrerá se você topar com Luiz Armando Wolff. Representante da tchurma do Lira Tênis Clube, ele próprio um personagem do livro de Amante, poderá lhe contar, com a sua voz de crooner aposentado, mas ainda elegante, a incrível história de quando João Gilberto esteve por aqui para um show e, vaiado, varou a noite pelos bares do Centro carregando o seu violão cheio de bossa. Entre a gente, feito um qualquer. Como é no Mercado, como tem de ser sempre.

*****************

publicada originalmente na "Revista de Verão" do jornalDiário Catarinense, 01/02/2008.

Sobre o colunista

Felipe Lenhart

Crônica de segunda

Felipe Lenhart

Felipe Lenhart é jornalista e editor do DeOlhoNaIlha. Escreve crônicas desde a faculdade. No Diário Catarinense, foi cronista interino de Sérgio da Costa Ramos e titular no caderno Variedades. Considera o gênero enorme: da altura de Rubem Braga, da largura de Nelson Rodrigues e com o peso de Luis Fernando Verissimo.

Contato: felipe.lenhart@gmail.com

Comente!






Outras colunas

ver todas


Filtrar colunas

Roteiros

 Centro a pé

Centro a pé

Desfrute as belezas do coração de Florianópolis

mais roteiros

Cartões-postais

Cartões Postais

mais cartões-postais



Cinemas em Florianópolis - Filmes em destaque de 12 a 18 de janeiro

veja o guia de cinema completo