Veja as últimas notícias de florianópolis


Casa & Cia cria oito espaços para o Mercado Público

Deolhonailha: 03/11/2015 - Postado por: Redação

Mercado Público de Florianópolis
Foto: José Somensi

Artistas plásticos e arquitetos criaram oito espaços para o Mercado Público de Florianópolis, sem custos aos cofres públicos. O projeto faz parte do Casa & Cia Encontros e Espaços.

A exposição foi inaugurada no dia 15 de outubro e irá até 15 de novembro em diversos pontos da cidade. Mais de 60 profissionais criaram 53 espaços, que ficarão como legado para a Capital. Diferente dos outros o Casa & Cia não é fixo, mas distribuído entre os principais bairros, como Centro, Avenida Beira-Mar Norte, Santo Antônio de Lisboa, Cacupé. A intenção do curador Abreu Junior é justamente que a cidade seja percorrida e assim contemplada. Na maioria dos ambientes há bares e cafés para uma pausa. Programa que oferece comida, diversão e arte!

Veja abaixo fotos de José Somensi dos ambientes criados para o Mercado Público: 

Logo na entrada há um cantinho para as rendeiras trabalharem em seus bilros e recontarem uma tradição que surgiu na Bélgica do século 15. O Armazém das Rendas é uma homenagem à história de Santa Catarina. O ambiente é leve, colorido, decorado com chitas e pequenas trovas açorianas:

Os viajantes também foram lembrados. No Box 79 está o Centro de Atendimento ao Turista, inspirado nas olarias do Estado e com obras dos artistas daqui, como o artesão Antônio Scarabelot, conhecido com Chicão de Palhoça, um criador nato e autêntico:

Já para remarcar os traços do Mercado foi criado um projeto de iluminação das torres da fachada. A intenção é valorizar os contornos do prédio que não serão mais apagados pela noite. E para aqueles que desejam um local simples, de descanso, ócio e observação foi colocado um banco do lado externo:

O paisagismo também é sustentável. A inspiração é o movimento mundial que virou tendência, as hortas urbanas, vivas e refrescantes! Agora é possível tomar um chope gelado e sentir cheirinho de manjericão e alecrim.

As últimas criações são fotografias em preto e branco nas paredes da Ala Norte do Mercado. Os registros não são em vão. Em um dos painéis, por exemplo, há o registro de um funcionário que cuidou por 40 anos dos banheiros do prédio; e o Portal dos Lavados dois painéis que remetem as mudanças sentidas pelo Mercado ao longo dos anos: 

Um pouco mais sobre o Mercado Público

Para retirar os quitandeiros das vistas do imperador D. Pedro II, que visitou Desterro em 1845, as autoridades os colocaram do outro lado do rio da Bulha (Avenida Hercílio Luz). E é claro que houve tensões. Foram elas que incitaram as discussões sobre a necessidade de construir um local adequado para os comerciantes.  Em 5 de janeiro de 1851 o primeiro prédio foi inaugurado, funcionou por 45 anos e foi fechado.  No dia 5 de fevereiro de 1899 a Ala Norte do Mercado foi inaugurada na Praia de Fora, que virou parte do Largo da Alfândega após o aterro na década de 70.

 

Categoria: Geral

Sobre Redação

Redação

DeOlhoNaIlha

O Deolhonailha publica Notícias de Florianópolis e grande Florianópolis diariamente sobre os mais variados temas e assuntos. Todo material é proveniente de fontes qualificadas e confiáveis e editado na redação do portal, que também produz reportagens especiais sobre assuntos interessantes que não têm destaque na mídia tradicional.

Comente!

Filtrar categoria









Últimas notícias

ver todas

Roteiros

 Centro a pé

Centro a pé

Desfrute as belezas do coração de Florianópolis

mais roteiros