fique por dentro de floripa

- Economia e Negócios - Federação Catarinense de Municípios cobra veto ao aumento salarial para ministros do STF

09.11.2018

Federação Catarinense de Municípios cobra veto ao aumento salarial para ministros do STF

09.11.2018
 Federação Catarinense de Municípios cobra veto ao aumento salarial para ministros do STF
Foto: Antônio Cruz / Agência Brasil

“Inaceitável e inadmissível”, assim a presidente em exercício da Federação Catarinense de Municípios (FECAM), Sisi Blind, prefeita de São Cristóvão do Sul, classifica a aprovação do aumento de 16% no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo Congresso Nacional. Ela destaca que essa é a única forma para traduzir a irresponsabilidade e descaso dos congressistas em aprovar o benefício para as altas camadas do serviço público, enquanto congela em 20 anos o orçamento para políticas públicas. “Isso causará um efeito bilionário na economia brasileira enquanto recursos de convênios em favor dos municípios são cancelados com a alegação de falta de dinheiro. A sociedade brasileira não aguenta mais!”, enfatiza Sisi.

De acordo com nota divulgada pela entidade, "a FECAM lamenta e desaprova as decisões unilaterais e equivocadas realizadas no âmbito federal em 2018, que interferem e impactam diretamente na gestão dos Municípios e, consequentemente, no atendimento das demandas da sociedade, sendo elas:

Aprovação do reajuste de 16% nos salários dos ministros do STF. Na contramão do enxugamento da máquina pública e da ampliação das políticas de diminuição das vulnerabilidades sociais, o acréscimo desse salário propicia o efeito cascata no teto do funcionalismo público e amplia o déficit primário do governo federal.

A orientação do Governo Federal aos Ministérios pelo cancelamento dos empreendimentos e obras, alegando, especialmente, a necessidade de contingenciamento de despesas. Esses investimentos são o mecanismo estratégico para a indução do desenvolvimento econômico e social de forma sustentável, além de promover a redução dos gargalos estruturais e ampliar a produtividade dos setores econômicos.

Diante da gravidade da situação e da total falta de compromisso adequado do Governo Federal com os municípios, a FECAM exige o cumprimento do pagamento dos contratos relacionados às obras e garantia da execução do pagamento das já vigentes, solicita ainda que vete a aprovação do ajuste dos salários dos ministros do STF."

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Litro da gasolina custará R$ 2,42 em posto de Florianópolis no Dia Livre de Impostos

23.05.2019

Litro da gasolina custará R$ 2,42 em posto de Florianópolis no Dia Livre de Impostos

Grupo Pasquini anuncia parceria com Instituto Guga Kuerten

22.05.2019

Grupo Pasquini anuncia parceria com Instituto Guga Kuerten

Ingleses recebe projeto Floripa Empreendedora no Bairro nesta sexta-feira

16.05.2019

Ingleses recebe projeto Floripa Empreendedora no Bairro nesta sexta-feira

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.