fique por dentro de floripa

- Oportunidades - 5 profissões que não existem e devem surgir nos próximos anos

27.02.2020

5 profissões que não existem e devem surgir nos próximos anos

27.02.2020
5 profissões que não existem e devem surgir nos próximos anos
Foto: Imagem de Jan Vašek por Pixabay

O mercado de trabalho como conhecemos vai mudar. O surgimento de novas profissões já está previsto e saber mais sobre elas pode ser fundamental para transformar sua carreira

Com a evolução da tecnologia é inevitável a discussão sobre quais serão as possibilidades no mercado de trabalho do futuro. Para muitos especialistas, já estamos vivendo a chamada Quarta Revolução Industrial, que prevê uma mudança completa na forma como as relações profissionais e os cargos se desenvolvem.

Em 2019, a instituição Center for the Future of Work, dirigido pela Cognizant Technology Solutions, divulgou um relatório com apostas de profissões que devem surgir nos próximos anos. Saber dessas informações pode ajudar tanto quem já está trabalhando a fazer mudanças estratégicas em sua carreira, quanto preparar quem ainda não entrou no mercado para as futuras possibilidades – ou apenas dar um panorama das transformações do mundo.

Conheça 5 profissões que não existem e devem surgir nos próximos anos, e como você pode se preparar para elas.

Walker/Talker

Conversar e compartilhar experiências com pessoas idosas por meio de uma plataforma online: essa é a proposta da futura profissão chamada Walker/Talker. Com o aumento da população idosa em muitos países e a mudança nas relações interpessoais entre gerações, esse cargo tem tudo para se concretizar no mercado.

Quem optar por trabalhar como Walker/Talker deve gostar de lidar com pessoas e ter mobilidade para visitar clientes. Essa profissão deve demorar mais a chegar no Brasil, visto que existe uma boa porcentagem de jovens atualmente. Para aproveitar oportunidades à distância, com clientes do exterior, é fundamental dominar outro idioma. Existem cursos para você aprender inglês gratuitamente, tanto no computador quanto em aplicativos de smartphone, que são ótimas ferramentas para aprender a língua inglesa.

Detetive Big Data

Profissionais que trabalham com Big Data já existem no mercado, porém o relatório aponta que uma nova função deve surgir nos próximos anos: investigação de dados de empresas e pessoas. Nesse campo, o detetive deve analisar uma série de informações coletadas das mais diversas fontes para extrair dados valiosos, seja em relação ao gosto do consumidor, um posicionamento estratégico de uma empresa ou onde um recurso deve ser investido.

Quem quiser se aventurar pelo Big Data deve ter conhecimentos matemáticos e financeiros, além de ter habilidade com tecnologia. Certamente, saber sobre a legislação do país vai ser importante para respeitar os limites legais.

Gestor de desenvolvimento de negócios de inteligência artificial

Se a inteligência artificial (IA) está sendo utilizada para entender a estrutura do universo, não é difícil compreender o potencial que essa área de estudos tem para a humanidade. E porque não aplicar a IA nas vendas de uma empresa? É isso que o gestor de desenvolvimento de negócios de inteligência artificial deve fazer: desenvolver programas capazes de acelerar vendas utilizando a IA.

Neste caso, o profissional precisará ter tanto experiência em vendas quanto no desenvolvimento de programas que utilizam inteligência artificial e machine learning. Os chatbots de lojas online já dão uma boa ideia do que a IA é capaz de fazer quando há um bom treinamento da máquina.

Conselheiro de compromisso de saúde

Já imaginou se você tivesse alguém que cuidasse da sua saúde? A futura profissão de conselheiro de compromisso de saúde terá um papel importante na vida de milhares de pessoas, utilizando dados de pulseiras inteligentes para monitorar seus níveis corporais e avisá-lo quando há algo diferente que precisa ser tratado.

Nutricionistas e profissionais da Educação Física serão fundamentais nessa área de trabalho. O conselheiro também pode trabalhar de forma online, totalmente à distância, o que permite o atendimento de um número maior de clientes.

Especialista em bem-estar financeiro

Até pouco tempo atrás, poucas eram as pessoas que faziam investimento em fundos financeiros ou mesmo compravam ações na Bolsa de Valores. Nos últimos anos esse panorama mudou, com cada vez mais interessados em buscar outros rendimentos financeiros. É aí que surge o especialista em bem-estar financeiro.

O profissional deve ter entendimento de finanças ou negócios, além de habilidade em analisar dados sobre a economia mundial. Poderá atuar como um consultor e atender de forma remota, apontando quais são as melhores soluções para cada cliente.

Por mais distante que essas profissões pareçam estar da realidade, a verdade é que a evolução tecnológica permite grandes mudanças em um curto espaço de tempo. Estar preparado desde já é a melhor solução para as mudanças, seja melhorando o currículo atual ou investindo em educação para os novos caminhos que vão se abrir no mercado de trabalho.

Fonte: Babbel / Olhar Digital / Bem Paraná

 

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Anhanguera promove Feira de Empregos online na Grande Florianópolis

28.05.2020

Anhanguera promove Feira de Empregos online na Grande Florianópolis

Fapesc lança 2ª edição do Programa Nascer para pré-incubação de ideias

21.05.2020

Fapesc lança 2ª edição do Programa Nascer para pré-incubação de ideias

O Brasil e as novas profissões digitais

23.04.2020

O Brasil e as novas profissões digitais

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.