18.6 C
fpolis
sábado, setembro 18, 2021
cinesytem

Alimentação escolar diferenciada é oferecida para 28 mil alunos da Capital

spot_img

Alimentação escolar diferenciada é oferecida para 28 mil alunos da Capital

No cardápio estão peixe, marisco e pão misto de arroz

Garantir para 28 mil alunos as necessidades nutricionais durante o período em que estão na unidade educativa e contribuir para a sua saúde e formação de hábitos alimentares saudáveis. Este é o objetivo da Secretaria de Educação da capital, através do Departamento de Alimentação Escolar. Pelo desempenho, a SME já foi destaque nacional com o Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar, promovido pela organização não-governamental Ação Fome Zero, em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Para manter o padrão de qualidade, a SME desenvolve inúmeras ações, como a publicação no ano passado de uma Portaria Municipal (nº 38 de 16/08/2010) que dispõe sobre o comércio, doação e utilização de alimentos nos espaços da Rede Municipal de Ensino. Pela portaria, por exemplo, fica proibido o consumo de bebidas com baixo teor nutricional, como refrigerantes e refrescos artificiais.

Além disso, a Secretaria de Educação vem introduzindo no cardápio das escolas frutos do mar, como o mexilhão, filé de cação e sardinha.

A necessidade de consumo de pescados como parte de uma dieta saudável é recomendada nos guias alimentares de vários países, inclusive do Brasil. São importantes fontes dietéticas de proteínas de alto valor biológico, retinol, vitamina D e E, iodo e selênio. Igualmente são as principais fontes alimentares naturais de ácidos graxos poli-insaturados ômega 3 e contêm baixo teor de gordura saturada.

A Secretaria de Educação incluiu ainda no menu o pão integral e o pão misto de arroz , uma vez que possuem menor teor de gordura do que os pães de forma tradicionais. Desta forma, a SME retirou da alimentação escolar biscoitos doces, biscoitos água e sal e reduziu o fornecimento de achocolatado.

spot_img
spot_img

Leia mais