17.3 C
fpolis
domingo, maio 22, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

CDL de Florianópolis firma parceria para promover destinação correta do lixo eletrônico

spot_img

CDL de Florianópolis firma parceria para promover destinação correta do lixo eletrônico

spot_imgspot_img

Ação desenvolvida com o Comitê para a Democratização da Informática vai mostrar a importância da reciclagem dos equipamentos que não são mais utilizados

A CDL de Florianópolis firmou parceria com o Comitê para a Democratização da Informática de Santa Catarina (CDI-SC) para conscientizar os lojistas sobre um dos maiores problemas ambientais da região: a correta destinação do lixo eletrônico. O objetivo é mostrar aos lojistas que o lixo eletrônico é extremamente prejudicial à natureza e que pode ser reaproveitado ou reciclado, com ganhos para o meio ambiente, além de gerar oportunidades em diferentes setores da sociedade.

O CDI disponibiliza cerca de 20 postos de recolhimento na Capital, onde qualquer tipo de equipamento eletrônico pode ser entregue. Desde o ano passado, a ONG possui uma estrutura para o recebimento e a destinação deste tipo de lixo, o Centro de Reciclagem Tecnológica (CERTEC), espaço para e desmontagem e avaliação dos equipamentos. “A partir da avaliação do estado do equipamento e das peças, destinamos ou para a montagem de novos computadores ou vendemos as peças para empresas de reciclagem, devidamente licenciadas”, explicou Heitor Blum S. Thiago, presidente do CDI-SC.

Na avaliação de Pedro Paulo de Abreu, presidente da CDL de Florianópolis, a parceria é importante especialmente pela crescente utilização de diferentes tipos de equipamentos eletrônicos em estabelecimentos comerciais. “Muitas vezes, o lojista não sabe para onde destinar esse lixo. Agora vamos divulgar os diversos pontos de recolhimento do CDI na cidade e informar da importância da reciclagem”, ressaltou.

Os computadores remontados pelo CDI são destinados para comunidades carentes, sendo diretamente beneficiados 30 bairros de Florianópolis. Nestes espaços, jovens têm acesso à inclusão digital por meio de cursos e apoio pedagógico. O CERTEC recebe hoje cerca de 50 toneladas/mês de equipamentos, mas possui capacidade para dobrar esta quantidade.

Saiba mais nos sites – www.cdisc.org.com.br ou www.cdlflorianopolis.com.br

spot_img