14.6 C
fpolis
sexta-feira, setembro 17, 2021
cinesytem

Circuito nacional debate em Florianópolis novos negócios para lan houses

spot_img

Circuito nacional debate em Florianópolis novos negócios para lan houses

O objetivo do encontro é auxiliar na diversificação dos produtos e serviços oferecidos pelas lan houses

O circuito de eventos “Bate Papo com Lan Houses”, que percorre as principais capitais brasileiras, chega a Florianopolis no dia 17 de setembro, sábado, para debater novas perspectivas de negócios para o setor. O debate será realizado no centro de educação empresarial do Sebrae/SC, localizado na Avenida Osmar Cunha, esquina com a rua Antônio Dib Mussi, na capital catarinense entre às 11h e 16h. As inscrições são gratuitas, limitadas e podem ser realizadas na internet através do endereço tinyurl.com/bplanhousessc.

A iniciativa do evento reúne o Sebrae e um grupo de empresas de internet formado pela Microsoft, VostuPag, BoaCompra, PayMentez, CDI Lan, Dr.Micro, WebAula, Itautec, VS-Cyber e NexCafé. O objetivo é despertar os empreendedores digitais para o papel estratégico das lan houses após a aprovação no congresso nacional, do novo projeto de lei, que regulamenta estes estabelecimentos como centros de inclusão digital, viabilizando que cada empresário do ramo construa o seu centro de multiserviços como por exemplo: e-learning, jogos, e-gov, correspondente bancário, revenda de microcomputador, VOIP, e-commerce, centro de cultura, encaminhamento profissional e muitas outras alternativas.

Hoje, as lan houses já servem como ponto de conveniência e central de oportunidades e serviços nas comunidades. A partir deste projeto de lei, ampliam-se as possibilidades e modelos de negócios, principalmente em parceria com os governos em serviços de e-gov, o que pode proporcionar muita lucratividade para estes empreendimentos. Eles poderão por exemplo, funcionar legalmente como pontos de pagamentos, assim como as casas lotéricas.

Além da transformação em centros de inclusão digital e educacional, as lan houses tornam-se também canais de comercialização de produtos físicos e principalmente digitais, atingindo potencialmente as classes C, D e E, responsável por 52,8% da população que acessa a internet no Brasil hoje. São estas classes mais populares responsáveis também pela liderança das lan houses no percentual de conexões a internet no País. São 28% do total, igualados pelos números crescentes de acessos feitos em casa, seguidos pela casa de parentes ou amigos (22%), trabalho (13%), escola (12%) e acesso móvel (11%). Existem também pontos de conexões gratuitos, que são responsáveis por 7% de todas as conexões.

Neste cenário, as novidades destacadas no “Bate Papo com Lan Houses”, se implementadas no mercado, vão proporcionar as pessoas das classes C, D e E, que não conseguem beneficiar-se das ofertas e experiências exclusivas da web por não terem cartão de crédito, realizar compras, pagamentos e aquisição de créditos e bens, diretamente nas lan houses. Estas, por consequência, ampliarão seus lucros.

Por meio de pagamentos digitais, as lan houses terão a oportunidade de oferecer aos seus usuários, a mesma praticidade e segurança em transações comerciais realizadas no computador de casa. Um exemplo é o acesso aos “Social Games”, outro tema do debate. Só em 2010 estes jogos movimentaram mais de R$ 200 milhões no Brasil. A pergunta é: as lan houses podem abocanhar seu pedaço deste bolo crescente? Os debatedores representantes das empresas de crédito irão esclarecer.

O Bate Papo com Lan Houses acontece em parceria com o Bate Papo sobre E-commerce, idealizado pela Ligia Dutra (@UpaLupa), que há três anos reúne pessoas para conversar sobre o comércio eletrônico brasileiro. O evento já passou pelas cidades de Campinas/SP, Goiânia/GO, Maceió/AL, João Pessoa/PB e Belém/PA disseminando conhecimento e incentivando a interação entre os empreendedores locais. Na pauta das discussões novos modelos de negócios sempre com apoio de patrocinadores, que proporcionam aos donos de lan houses, aumento de lucratividade com um leque maior de produtos e serviços oferecidos à sociedade.

Outras entidades que apóiam o evento são: CDL Goiânia, Comitê para a Democratização da Internet (CDI Ong), Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas (Itec), Associação Alagoana de Centros de Inclusão Digital (Aalcid), Centros de Inclusão Digital do Estado de São Paulo (Cidesp), Associação Paraense de Centros de Inclusão Digital (Apacid), Associação Pernambucana de Centros de Inclusão Digital (Apecid), Associação das Lan Houses de Minas Gerais (Almig), Associação das Lan Houses de Goiás (Algo), Associação Amazonense de Centros de Inclusão Digital (AACID), FGV Direito Rio, Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), Associação Brasileira dos Provedores de Acesso, Serviços e Informações da Rede Internet (Abranet), Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid).

Serviço:
Bate-papo com lan houses: www.bplanhouses.wordpress.com
Data: 17 de setembro de 2011
Horário: das 11h às 16h
Endereço: Avenida Osmar Cunha, esquina com a rua Antônio Dib Mussi – Florianópolis/SC

spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img