17.6 C
fpolis
quarta-feira, julho 6, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Costão do Santinho recebe retorno histórico de Maria Bethânia à Ilha

Costão do Santinho recebe retorno histórico de Maria Bethânia à Ilha

spot_imgspot_img

Amor, festa e, principalmente, devoção. A espera de 34 anos – que para a grande maioria do público foi uma estreia – por um show de Maria Bethânia em Florianópolis foi plenamente compensada na apresentação deste domingo (21), no Espaço Tuguá do Costão do Santinho, que encantou os dois mil presentes durante uma hora e meia e cerca de vinte canções.

Foi uma apresentação robusta, que passeou por clássicos da MPB – “Olhos nos Olhos”, de Chico Buarque; “Tua”, de Adriana Calcanhoto; “Reconvexo” e “Não Identificado”, do irmão Caetano – encantou com uma versão à capella de “Explode Coração” (Gonzaguinha) e surpreendeu com uma versão mais lenta de “É o Amor”, de Zezé di Camargo e Luciano. A impecável banda de apoio também brilhou, do peso percussivo de “Feita na Bahia” à delicadeza sertaneja em “Saudade Dela”.

A recepção do público – à altura de quem esperava por ela há mais de três décadas – fez Bethânia confessar que estaria de volta à Ilha em breve e voltar para um bis que não estava no script: luzes acesas no Tuguá e metade do público indo embora, a diva volta para encerrar o show com “Não Existe Pecado ao Sul do Equador”, cantada por centenas de fãs em pé à frente do palco, um baile de Carnaval que desde 1976 era aguardado em Florianópolis.

spot_img