24.2 C
fpolis
sexta-feira, outubro 22, 2021
cinesytem

Encontro de Bois tem agenda especial nesta sexta-feira na Casa da Memória

spot_img

Encontro de Bois tem agenda especial nesta sexta-feira na Casa da Memória

spot_img

Evento ‘Conversa para Boi não Dormir’ abrange palestra e oficina com participação de brincantes dos grupos folclóricos de boi-bumbá, boi de mamão e bumba meu boi

O Encontro de Bois de Norte a Sul tem uma agenda especial fora do palco, nesta sexta-feira (17/12), voltada a pesquisadores, folcloristas e brincantes dos grupos que participam do evento em Florianópolis. A partir das 9h, na Casa da Memória, no Centro, acontece o evento ‘Conversa para Boi não Dormir’, com mesa redonda e oficina para troca de experiências.

Das 9h às 11h, o assunto é a ‘Teatralidade nas Brincadeiras de Boi’, com palestra do professor Valmor Beltrame, pesquisador do Programa de Pós-graduação em Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) desde 2002. Na seqüência acontece a oficina ‘O Papel do Tripa’ (nome dado ao brincante que fica embaixo do boi), ministrada pelo pesquisador de folclore Aluízio Guedes, de Porto Velho (RO).

O Encontro de Bois de Norte a Sul – Ano 2 tem como proposta divulgar as brincadeiras de boi que ocorrem no calendário cultural brasileiro, mostrando a diversidade cultural do país através de folguedos que têm o boi como temática. O evento acontece até sábado (18/12), reunindo 800 “brincantes” (nome dado aos integrantes destes folguedos) em 26 grupos folclóricos e parafolclóricos dos estados de Santa Catarina, Rondônia, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Sobre os convidados

Mestre e doutor em Teatro pela Universidade de São Paulo (USP), Valmor Beltrame é autor da dissertação ‘Teatro de Bonecos no Boi de Mamão – festa e drama dos homens do litoral de Santa Catarina’ (1995) e da tese ‘Animar o Inanimado – a formação profissional no teatro de bonecos’. Especialista em teatro pelo Institut International de la Marionnette, na França, Beltrame é ainda professor de Teatro de Animação no curso de Artes Cênicas da Udesc desde 1988, além de editor da Móin-Móin – Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas. Também é autor do livro ‘Teatro de Bonecos: distintos olhares sobre teoria e prática’, publicado em 2007 pela Udesc.

Educador e folclorista, Aluízio Guedes é supervisor pedagógico da Escola João Bento da Costa, além de ser coordenador geral do Arraial Flor do Maracujá em Porto Velho (RO). Também é fundador do Boi-Bumbá Diamante Negro, de Porto Velho (RO), grupo folclórico que participa como convidado do Encontro de Bois de Norte a Sul – Ano 2.

Serviço:

O quê: ‘Conversa para Boi não Dormir’ – palestra e oficina
Mesa redonda – ‘A Teatralidade nas Brincadeiras de Boi’
Oficina – ‘O Papel do Tripa’

Quando: sexta-feira – das 9às 12h

Onde: Casa de Memória/FCFFC
Rua Padre Miguelinho nº 58 – Centro
(48) 3333-1322

Quanto: gratuito

spot_img
spot_img