18 C
fpolis
quinta-feira, julho 7, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Florianópolis se prepara para receber 1 milhão de turistas no verão

Florianópolis se prepara para receber 1 milhão de turistas no verão

spot_imgspot_img

Aumento de efetivo, placas bilíngues e mais ônibus para praias serão algumas das medidas

A prefeitura de Florianópolis espera receber 1 milhão de turistas na temporada, 11% acima dos 900 mil visitantes do último verão. Para atender o aumento da demanda, será preciso ampliar a oferta de serviços públicos. Para discutir as ações em andamento e as que ainda precisam ser concretizadas foi realizada, na quinta-feira, a primeira reunião de monitoramento da Operação Verão Floripa 2011.

No encontro, foram debatidos mobilidade urbana, segurança, saúde e comércio ambulante nas praias. Ficou acertada a fiscalização integrada entre a Polícia Militar, Guarda Municipal, Fundação Municipal de Meio Ambiente (Floram), Vigilância Sanitária e Secretaria Executiva de Serviços Públicos (Sesp).

— Vamos buscar patrocínio para a compra de camisetas para os vendedores credenciados e assim identificarmos com mais facilidade os ilegais — aponta o secretário da Sesp, Salomão Mattos Sobrinho.

Se o trabalho da fiscalização municipal deve começar após o Natal, o Corpo de Bombeiros já vai disponibilizar os guarda-vidas nas praias a partir de 15 de dezembro, com 240 profissionais para atender 24 praias da Ilha.

A segurança pública deve receber reforço, com aumento de 30% no efetivo. A prefeitura também colocará mais placas de informações bilíngues nas vias da cidade. Haverá mais ônibus para as praias, com aumento de 40% no quadro de horários a partir de 20 de dezembro.

Apesar de boa parte das propostas ainda não estar concluída, o planejamento começou cedo. Em agosto foi realizado o primeiro seminário para discutir a Operação Verão. Mas o debate só retornou na quinta-feira.

— Agora, vamos fazer reuniões setoriais para fazer o monitoramento das ações. Os encontros continuam semanalmente, até o começo da temporada — observa o secretário de Turismo, Homero Gomes.

Obras nas vias públicas

A preocupação maior é com as obras nas vias que não ficarão prontas antes do Natal, como a recuperação do asfalto da Beira-Mar Norte, prevista para ser finalizada em 30 de dezembro, e o elevado do Trevo da Seta, com conclusão para 15 de janeiro.

— Teremos que buscar soluções para evitar as filas. Outro ponto que terá problemas é o trevo da Fazenda do Rio Tavares, no Sul da Ilha, onde poderemos colocar uma sinaleira — diz Mattos Sobrinho.

Estradas serão o obstáculo

A expectativa da Santur é de uma temporada melhor do que a do ano passado. O gerente de Marketing, Eduardo Simon, acredita que haverá um aumento de turistas, principalmente do Mercosul. A entidade não tem dados do último ano, mas em janeiro e fevereiro de 2009, o Estado recebeu 4,3 milhões de visitantes, sendo 518 mil estrangeiros.

Além dos hermanos, os gaúchos, paranaenses e paulistas devem continuar sendo os turistas mais encontrados nas praias catarinenses, segundo a Santur. O que pode deixar os visitantes desanimados é a falta de infraestrutura. As cidades mais procuradas devem ser Florianópolis e Balneário Camboriú, no Litoral Norte, onde os visitantes devem enfrentar problemas de mobilidade urbana.

— Eles devem passar por congestionamentos para ir às praias da Ilha, principalmente no Réveillon. Mesmo com a BR-101 Norte duplicada, quem for para Balneário Camboriú terá de passar por aquele gargalo das entradas de Bombinhas, Itapema e Porto Belo — salienta Simon.

Com hotéis e restaurantes de luxo e noites agitadas, Balneário Camboriú chegou a receber mais de 2 milhões de turistas no último verão. Para esta temporada, a expectativa do secretário de Turismo, Ademar Schneider, é de um incremento de 15% no número de visitantes. Somente na virada do ano, 900 mil pessoas devem procurar a cidade para a festa.

Os inspetores responsáveis pela planejamento das atividades de verão da Polícia Rodoviária Federal (PRF) não foram encontrados para falar sobre o assunto. Mas dentro do município, Schneider garantiu que a mobilidade será melhor do que nas outras temporadas, devido à construção da Avenida Binário e da reforma da Avenida do Estado, que passou para pista única e recebeu corredor exclusivo para ônibus e ciclovia.

— Para ajudar na segurança, os 60 guardas municipais vão começar o estágio com o uso de armas junto com a Polícia Militar nas ruas a partir de janeiro — diz o secretário.

A cidade também vai participar da Operação Verão da PM, com o reforço de agentes do interior, mas a corporação não informou o número de policiais que participarão da ação.

Operação Verão

Garantidas

— Fiscalização integrada entre a PM, Guarda Municipal, Floram, Vigilância Sanitária e Sesp para fiscalização de ambulantes

— 240 guarda-vidas vão atender 24 balneários de Florianópolis

— 1,7 mil policiais farão a segurança das praias

— Aumento de 40% nos horários de ônibus

O que falta

— Camisetas de identificação dos 1,2 mil ambulantes

— Cartazes com informações em espanhol e inglês nas Upas

— Placas de informações bilíngues nas vias

— Balcão com horários e rotas de ônibus no Aeroporto Hercílio Luz

— Sinaleira no trevo da Fazenda do Rio Tavares

Pendentes

— Recapeamento da Beira-Mar Norte

— Conclusão do elevado do Trevo da Seta

spot_img

Leia mais