14.6 C
fpolis
sábado, maio 21, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

François Muleka e Mani Carneiro apresentam trabalho autoral na Casa de Noca

spot_img

François Muleka e Mani Carneiro apresentam trabalho autoral na Casa de Noca

spot_imgspot_img

“Caldeirão de gêneros, ritmos e poesia reunidos em dois caras com sinais de África, América Latina, Europa e, obviamente, muito Brasil” – é dessa forma que François Muleka e Mani Carneiro resumem a noite da dupla dedicada ao trabalho autoral. A apresentação está marcada para esta quinta-feira (15), a partir das 21 horas, na “Casa de Noca – Música . Gastronomia . Artes”.

François não é florianopolitano, mas já pode ser considerado artista local. Mani Carneiro é pernambucano, radicado no Rio de Janeiro. Através de identificação de seus trabalhos e afinidade musical, os dois apresentam suas composições próprias, como também, se unem para um projeto que engloba a tentativa de explicarem ou de se autoconhecerem-se em referências musicais tão profundamente intuitivas ou pesquisadas. Justificadas simplesmente e grandiosamente por ser música brasileira: “É nosso ‘Congo-Congo-Mambo-Jambo”, defini Muleka em tom de brincadeira. Além dos anfitriões, nomes outros nomes estão escalados para a famosa “canja”, como o compositor João Amado.

A dupla

Autor de mais de 200 canções e dono de voz e interpretação peculiares, a música de Mani Carneiro evidencia toda a influência da Música Brasileira, Pop e Étnica Mundial, adquirida em anos de pesquisa e curiosidade musical. A cantar e tocar violão desde os treze anos de idade, o artista pernambucano iniciou-se profissionalmente em 1994 aos dezoito anos. Em 1999, dedicando-se exclusivamente à Música, muda-se para João Pessoa/PB e lança projetos em casas noturnas da cidade apresentando seu repertório autoral. A partir daí, nos anos seguintes, segue participando de CDs de outros artistas, fazendo parte de vários projetos e Festivais de Música em lugares como Paraíba, Rio de Janeiro e São Paulo. Vivendo no Rio de Janeiro desde 2003, já participou de shows e eventos em casas noturnas como Circo Voador, Centro Cultural Laurinda Santos Lobo, Centro Cultural Sérgio Porto(com Zabé da Loca), Fundição Progresso, Armazém Digital, SESCs, Festivais de Inverno na região serrana, etc… Agora lança seu primeiro CD gravado ao vivo no Teatro do Sesc-Teresópolis/RJ.

Filho dos congoleses Múleka Ditoka (compositor e multi-instrumentista) e Mwewa Lumbwe (cantora e dançarina), François cresceu numa atmosfera artística extremamente rica. Desde cedo conviveu com o universo do folclore, pintura, música, danças e literatura de várias regiões do Brasil. Este contato intenso com o panorama cultural africano, principalmente com a música da província do Kasai, no centro da República Democrática do Congo, marca de modo inegável a expressão, criação e execução do artista. Este, por sua vez, alia tais influências a um jeito todo brasileiro de tocar. Suas composições tratam principalmente de passagens da vida e pequenos momentos no dia de alguém, bem como cenas e pensamentos no dia de qualquer pessoa.

SERVIÇO:
“Congo-Congo- Mambo-Jambo”, com Mani Carneiro e François Muleka
Quinta-feira, dia 15, às 21 horas
R$ 10,00
Casa de Noca (Avenida Rendeiras, 1176, Lagoa da Conceição)
Info: (48) 9976-3755 | www.casadenocafloripa.com

spot_img