18 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 8, 2021
cinesytem

Orquestra de Câmara Fundarte se apresenta no Teatro Pedro Ivo

spot_imgspot_img

Orquestra de Câmara Fundarte se apresenta no Teatro Pedro Ivo

spot_img

A Orquestra de Câmara FUNDARTE iniciou suas atividades em março de 1996, a partir da parceria entre o Serviço Social da Indústria-SESI/RS e a Fundação Municipal de Artes de Montenegro-FUNDARTE, com os objetivos de contribuir para o crescimento cultural, abrir mercado de trabalho para músicos jovens com capacitação profissional e levar a música orquestral para as populações de todas as camadas sociais e faixas etárias. É composta de 15 músicos. Em treze anos de atividades realizou mais de 400 concertos em 100 cidades do Estado, atingindo um público aproximado de 225 mil pessoas diretamente. A direção executiva está sob a responsabilidade da professora Therezinha Petry Cardona.

Quando: 2 de junho, 21h.

Onde: Teatro Governador Pedro Ivo Campos, Rodovia SC-401, km 5, nº 4.600 (anexo ao Centro Administrativo de Governo), Saco Grande, (48) 3233-7229

Quanto: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (idosos e estudantes). Os ingressos estarão à venda a partir de 17 de maio nas bilheterias dos teatros Pedro Ivo e CIC. O Balcão da Pró-Música (que funciona de Segunda a Sábado, das 16 às 20h, no Beiramar Shopping, no período de venda dos ingressos dos espetáculos), atenderá de 10 a 15 de maio exclusivamente para retirada dos ingressos pelos associados.

Outras informações: (48) 3028-5264 (Pró-Música).


Seu regente titular é o compositor e maestro Antônio Carlos Borges Cunha (foto anexa), doutor em Música pela Universidade da Califórnia, San Diego, onde estudou com Roger Reynolds, Harvey Sollberger e Brian Ferneyhough. No New England Conservatory, Boston, estudou composição com Robert Cogan e regência orquestral com Pascal Verot. No Brasil, seus principais professores foram: H. J. Koellreutter, Armando Albuquerque, Arlindo Teixeira e Milton Masciadri. Borges-Cunha recebeu o título de Mestre em Música no New England Conservatory com dois títulos honoríficos: Academic Honors and Distinction in Performance. É mestre em Música no New England Conservatory e possui dois títulos honoríficos da Academic Honors and Distinction in Performance. Professor orientador do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRGS e diretor artístico da Orquestra de Câmara Theatro São Pedro, Borges-Cunha tem participado como convidado em eventos nacionais e internacionais. Como regente, vem contribuindo para a atualização permanente e renovação do interesse do público, buscando conciliar o tradicional com as múltiplas tendências da música atual, incluindo encomendas e estréias de novas obras. Em 2008, incluiu no repertório a ópera “La Serva Padrona” que continuou apresentando em 2009 e que prosseguirá em 2010.
A solista será a talentosa, premiada e versátil pianista Olinda Alessandrini (foto anexa). Sua dedicação especial à música brasileira, do passado e do presente, tem contribuído significativamente para a divulgação de nossos compositores e suas obras. Possui CDs inteiramente dedicados a obras de Villa-Lobos, Radamés Gnattali e Araújo Vianna, além dos CDs “Panorama Brasileiro”, “Valsas”, “pamPiano” e “Ébano e Marfim”. Participou também de vários CDs como pianista convidada, entre eles o CD da Orquestra de Câmara Sesi-Fundarte, como solista na obra “Las Cuatro Estaciones Porteñas”, de Astor Piazzolla. Várias de suas interpretações foram selecionadas para o áudio-livro “Brasilien ohne Samba” (Brasil sem Samba), coordenado por Krzysztof Wiernicki. Apresentou-se nos mais importantes centros culturais brasileiros e já realizou recitais na Itália, Bélgica, Noruega, Chile, Bolívia e Uruguai, além de turnês pelos Estados Unidos e Alemanha.

Este e-mail foi enviado por

spot_img
spot_img