14.8 C
fpolis
quarta-feira, agosto 17, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Prefeitura lança Plano Municipal de Educação

spot_imgspot_img

Prefeitura lança Plano Municipal de Educação

spot_imgspot_img

Documento traz benefícios para alunos de todas as redes

A Prefeitura de Florianópolis lança nesta terça-feira (19/10) o Plano Municipal de Educação (PME), com solenidade marcada para as 15h30, no Palácio Cruz e Sousa, Centro da Capital. Um dos itens do PME é a garantia de livros no sistema braille, livros falados, digitalizados e em escrita ampliada para todas as crianças, adolescentes e adultos cegos e com baixa visão.

O plano define, para os próximos dez anos, as diretrizes e metas domunicípio na área da educação, revelar o diagnóstico de todos os níveis e modalidades de ensino, da formação de professores, do financiamento e da gestão da educação. Conforme a Presidente da Comissão do PME, Marly Carvalho, a iniciativa não é voltada exclusivamente para atividades da rede municipal de educação, mas para toda a cidade de Florianópolis, incluindo as escolas públicas do Estado e Federal, bem como estabelecimentos privados.

Na área de Educação infantil, o plano visa ampliar progressivamente oatendimento integral às crianças em creches. Na prefeitura, 70% das crianças já permanecem na unidade escolar durante doze horas, das 7 da manhã às 19 horas.

No ensino fundamental a prioridade é possibilitar o acesso, a permanência e a qualidade da educação oferecida, enquanto que no setor de jovens e adultos, o foco é o estabelecimento de programas visando alfabetizar 500 pessoas por ano, de modo a reduzir a taxa de analfabetismo a índices abaixo de 1% até 2018. No que se refere à educação especial, o objetivo é Implementar e ampliar a oferta do atendimento educacional especializado nas redes de ensino.

O começo

O Plano Municipal de Educação teve a sua trajetória iniciada em maio de 2007. Ao todo 33 instituições participaram de debates, que envolveram Secretaria de Educação, Conselho Municipal de Educação, Comissão de Educação da Câmara Municipal, Gerência Regional de Educação, sindicatos, organizações não governamentais e universidades. Em 19 de junho de 2009, o plano seguiu para apreciação da Câmara de Vereadores, culminando com sua aprovação no dia 17 de dezembro daquele ano.

A Comissão da Coordenação do PME foi formada por oito pessoas, sendo que a presidência coube à Marly da Rosa Carvalho, que teve na vice- coordenação Sueli Amália de Andrade. Ambas pertencem à Secretaria Municipal de Educação.

Para construir este Plano, a Secretaria Municipal de Educaçãoadotou uma metodologia participativa e democrática, envolvendo a Sociedade Civil Organizada, Instituições de Ensino e da Administração Pública, Sindicatos, ONGs, Comissão de Educação, Cultura e Desportos, Universidades e Unidades Educativas.

spot_img

Leia mais