18.9 C
fpolis
quinta-feira, dezembro 2, 2021
cinesytem

Prêmio Salim Miguel de romance ganha lançamento em Florianópolis

spot_imgspot_img

Prêmio Salim Miguel de romance ganha lançamento em Florianópolis

spot_img

“Eu estava na casa de um amigo e ouvi um estrondo. Era um adolescente que tinha se jogado no vão do 12º andar. A primeira cena do livro descreve a imagem do corpo caindo de uma pessoa. A partir dela, comecei a pensar na história da minha vida e da minha região”

Vencedor do Concurso Salim Miguel 2011 de Romance, promovido pela Editora da Universidade Federal de Santa Catarina, a obra Ao que minha vida veio…, de Alckmar Santos, professor de literatura, chega às livrarias de todo Brasil. O lançamento em Florianópolis ocorrerá no dia 18 de novembro (sexta-feira), às 19 horas, na Sala Aroeira do Centro de Cultura e Eventos da universidade, durante o Simpósio Internacional de Cibercultura da ABCiber. Em seu terceiro romance, Alckmar, grande admirador da obra de Guimarães Rosa, mistura história do Brasil com história de vida e conhecimentos de alquimia.

O romance premiado de Alckmar, que já publicou outras obras como poeta e ensaísta, estreia no site da Editora da UFSC (www.editora.ufsc.br) o projeto de digitalização de obras de acesso público e gratuito. Sempre transitando entre a escrita para formato impresso e meio eletrônico, o autor também apresentará durante o lançamento do romance, a criação digital multiartística, Volta ao fim, elaborada em conjunto com o artista Wilton Azevedo.

Brincando com a palavra alquimia no título e com as origens e nome do autor na narrativa, a história inicia-se na década de 1930, ambientada em Silveiras cidade natal do autor, no Vale do Paraíba paulista. Relata a busca do narrador para reconstituir sua trajetória, descobrir quem são seus pais e definir sua própria identidade. Uma característica marcante é a linguagem inovadora, que evoca a oralidade dos contadores de causos do interior, com passagens repletas de detalhes e encantamentos.

O autor conta que o livro começou a nascer há quatro anos, em uma viagem a Belo Horizonte. “Eu estava na casa de um amigo e ouvi um estrondo. Era um adolescente que tinha se jogado no vão do 12º andar. A primeira cena do livro descreve a imagem do corpo caindo de uma pessoa. A partir dessa cena inicial, comecei a pensar na minha história e na história da minha região”.

Se, para o protagonista, a narrativa é um resgate de sua história, para o autor o processo de escrita foi um resgate da linguagem falada na região, das histórias contadas pelo avô, da memória de fatos de sua infância. “O ritmo desse romance, o vocabulário, as imagens, tem tudo a ver com Silveiras”, explica Alckmar.

Baseado em sua experiência como pesquisador de cibercultura e coordenador, há 16 anos, do Núcleo de Pesquisa em Literatura, Linguística e Informática da UFSC, o escritor fez uso de ferramentas como softwares de edição de imagens e de geolocalização para identificar elementos da região referenciada. “Empreendi uma viagem virtual a essa região de Minas Gerais e São Paulo, pelo Google Maps, atrás do personagem e do contexto onde ele viveu, examinando estradinhas, nomes dos bairros, de cidades, para nominar tudo com exatidão.” A obra também envolveu pesquisa sobre a história do Brasil, como a participação do país na Segunda Guerra, especialmente a atuação dos pracinhas, os lugares por onde andaram e combateram.

A apresentação do livro é feita por José Luís Jobim, diretor do Instituto de Letras e professor da UERJ e UFF. Ele destaca que não devemos esperar respostas cartesianas nem retas para a pergunta lançada pelo personagem já no título. Ao acompanhar a trajetória do narrador-personagem, o leitor pode ir testemunhando um processo de investigação e as mudanças que as revelações resultantes dessa pesquisa da vida operam na sua mente.

Ao que minha vida veio… será apresentado ao público de Santa Catarina, onde Alckmar fez carreira como professor de literatura e pesquisador da UFSC, depois de um lançamento no início do mês na Livraria da Vila, em São Paulo, estado de origem do autor. Na primeira semana de fevereiro, a EdUFSC lança a obra em Silveiras, onde tudo começou.

Sobre o autor

Alckmar Santos é professor de Literatura Brasileira na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde coordena o Núcleo de Pesquisas em Informática, Literatura e Linguística (NUPILL). Foi pesquisador convidado na Université Paris 3 – Sorbonne Nouvelle (2000-2001) e na Universidad Complutense de Madrid (2009-2010). É também poeta, romancista e ensaísta. Autor dos livros Leituras de nós: ciberespaço e literatura, Dos desconcertos da vida filosoficamente considerada (ensaio e poemas, respectivamente – Prêmio Transmídia do Instituto Itaú Cultural), Rios imprestáveis (poemas, Prêmio Redescoberta da Literatura Brasileira da revista Cult).

Sobre o livro
Romance – Ao que minha vida veio…
Autor: Alckmar Santos
Editora da UFSC
Páginas: 202
Preço: R$ 29,00

Lançamento

Data: dia 18 de novembro de 2011.
Hora: 19 horas – Simpósio da ABCiber
Local: Sala Aroeira do Centro de Cultura e Eventos da UFSC/

spot_img
spot_img