23.3 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Profissionais da saúde de Florianópolis mobilizam-se para fazer reconstrução mamária gratuitamente

spot_imgspot_img

Profissionais da saúde de Florianópolis mobilizam-se para fazer reconstrução mamária gratuitamente

spot_img

Primeiras sete pacientes a fazer reconstrução mamária gratuitamente serão operadas nos dias 13, 14 e 15 de outubro pelo cirurgiãoplástico Henrique Müller na Casa de Saúde São Sebastião

Nos dias 13, 14 e 15 de outubro, sete mulheres que passaram pela mastectomia (retirada dos seios para tratamento de câncer) serão operadas gratuitamente na Casa de Saúde São Sebastião, em Florianópolis, para reconstrução mamária. A iniciativa da Associação Brasileira de Portadores de Câncer (AMUCC) faz parte do Outubro Rosa, movimento criado para ressaltar a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. “Com isso conseguimos vencer uma das etapas mais importantes delas com relação a conforto, bem-estar e o mais importante, a autoestima”, afirma o cirurgião plástico que fará as operações, Henrique Müller.

O trabalho do médico e da equipe de anestesistas da Serviços Integrados de Anestesiologia (Sinaest) é voluntário. As próteses de silicone foram doadas pela fabricante Allergan e a Casa de Saúde São Sebastião cedeu as instalações. Em um procedimento convencional, apenas a internação, sem contar os honorários dos especialistas envolvidos, custaria de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil. As sete escolhidas são pacientes do Centro de Pesquisas Oncológicas (CEPON) e lideram a fila para a reconstrução mamária. A campanha pretende operar 35 mulheres sem condições financeiras de pagar pela cirurgia. A segunda etapa será realizada em março de 2012, pelo cirurgião plástico Evandro Parente e demais profissionais a serem definidos.

O tratamento do câncer de mama exige uma equipe multidisciplinar, com mastologista, oncologista, radioterapeuta (quando necessário), equipe de enfermagem, psicólogo, fisioterapeuta e cirurgião plástico, que tem um dos principais papéis. “Para a mulher, a mama é um órgão carregado de simbologia afetiva e o medo da perda deste símbolo pela mastectomia projeta a fantasia de outras perdas, como a feminilidade, a identidade feminina e a sexualidade”, explica Müller. A intenção da campanha é também chamar a atenção da população e do poder público para a demora de se conseguir uma reconstrução mamária pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e até mesmo pelos planos de saúde.

Para arrecadar recursos para as próximas cirurgias, no dia 30 de outubro será realizado o I Festival Solidário de Santa Catarina, com apresentações artísticas e brincadeiras para crianças no CTG Os Praianos, em São José, das 10 às 18h. No almoço será servido churrasco e acompanhamentos, com ingresso no valor de R$ 25,00. Os pontos de venda são Chamelle, Skyler, Carioca Calçados, Supermercados Giassi, Supermercados Rosa e com o promotor de eventos Chico Bento. Maiores informações pelos fones 48 9924-6257 / 48 9614-8178. Doações podem ser feitas no Banco do Brasil, agência 3174-7, conta corrente 22975-X. Seja solidário, contribua!

spot_img
spot_img