15.5 C
fpolis
quarta-feira, agosto 17, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Projeto Florianópolis Cidade da Gastronomia busca informações com entidades do setor

spot_imgspot_img

Projeto Florianópolis Cidade da Gastronomia busca informações com entidades do setor

spot_imgspot_img

O grupo gestor do projeto “Florianópolis Cidade da Gastronomia” reuniu-se no escritório da FloripAmanhã na quarta-feira (06/10) para seguir na preparação do dossiê que será enviado até o final de 2010 para a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) , com o objetivo de incluir Florianópolis na Rede Mundial de Cidades Criativas na categoria Gastronomia. Agora a prioridade é engajar as entidades relacionadas com a Gastronomia na cidade para o levantamento de dados do setor na região. Será enviado um questionário para as instituições afins, e os interessados em cooperar podem buscar mais informações através do e-mail cidadedagastronomia@floripamanha.org.

“Agora é necessário que todas entidades unam suas forças e disponibilizem seus dados para colocar nesse documento”, salienta Anita Pires, ex-presidente da FloripAmanhã e atual voluntária, que representou a Associação no encontro. Anita acrescenta que esta é uma oportunidade para reunir e organizar todas informações da área da gastronomia em Florianópolis, sobretudo as informações das escolas de gastronomia da região.

Sob a coordenação da Associação Floripamanhã, o grupo gestor tem ainda como integrantes a Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF), Fundação de Apoio a Pesquisa do Estado de Santa Catarina (FAPESC), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). No último encontro, O SEBRAE apresentou a nova profissional que disponibilizou para contribuir na elaboração do dossiê, a doutura em gastronomia Bianca Antonini, que passa a prestar consultoria.

O objetivo deste projeto é candidatar a capital catarinense ao título de Cidade UNESCO da Gastronomia e para tal, será necessário enviar dossiê com informações sobre o patrimônio cultural da gastronomia em Florianópolis e sua região de influência, identificando a culinária característica, seus modos de fazer, formas de expressão, festivais gastronômicos, bem como aspectos ligados ao respeito pelo meio ambiente. Com este título, o setor gastronômico de Florianópolis terá visibilidade e repercussão internacional, gerando novas possibilidades de negócios com intercâmbios nos diversos segmentos.

Lançada em 2004, a Rede Mundial de Cidades Criativas tem como princípio encorajar a exploração do potencial criativo, social e econômico existente nas cidades em áreas temáticas que compõe as chamadas “indústrias criativas” e de promover localmente sua diversidade cultural. Participam da rede diversas cidades – nenhuma brasileira – em sete categorias: literatura, música, cinema, artesanato e arte regional, artes midiáticas, design e gastronomia. “Com esta ação, Florianópolis só ganha, pois sairia na frente para ser a primeira no programa e valorizando a gastronomia, um dos atrativos da cidade”, diz Zena Becker, presidente da FloripAmanhã.

spot_img

Leia mais