18.2 C
fpolis
quinta-feira, agosto 11, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Projeto Música na Praça apresenta Grupo Wagner Segura nesta terça-feira

spot_imgspot_img

Projeto Música na Praça apresenta Grupo Wagner Segura nesta terça-feira

spot_imgspot_img

O projeto Música na Praça abre espaço para o chorinho, nesta terça-feira (26/10), com o Grupo Wagner Segura, que se apresenta no coreto maestro Hélio Teixeira da Rosa, na Praça 15 de Novembro, às 12h30. A programação gratuita é uma promoção da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC), com apoio do Banco do Brasil, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. A iniciativa visa apoiar as ações de humanização daquele espaço, que é um importante ponto histórico e turístico na área central.

Até 28 de dezembro, o projeto prevê um total de 19 apresentações artísticas, abrangendo diferentes estilos musicais, sempre às terças-feiras (das 12h30 às 13h30) e aos sábados (das 10h30 às 12h). Nestes dias, o local também abrigará uma feira de artesanato com trabalhos de artistas locais. A revitalização da Praça 15 de Novembro é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Florianópolis com as Lojas Koerich e Carioca Calçados, com apoio da Ong Floripamanhã.

Choro no coreto

A apresentação desta terça-feira no projeto Música na Praça contempla o choro, gênero musical brasileiro oriundo da influência de melodias europeias como a polca, mazurca e valsa, mescladas com ritmos africanos como o lundu.

Referência na região sul, Santa Catarina ganha destaque nesse gênero, atraindo uma legião de simpatizantes, conhecidos como chorões, entre eles, Wagner Segura, que há 17 anos fundou um Centro Musical com seu nome. A escola atua no ensino da cultura musical e da música, em especial do choro e samba, sendo responsável pela formação de vários nomes de destaque no cenário artístico catarinense, além de incentivar o surgimento de novos grupos musicais. Por ela já passaram mais de mil alunos – e alguns hoje são professores da escola.

O Grupo Wagner Segura é integrado Thiago Larroyd (bandolim), Fabrício Gonçalves (pandeiro), Fernanda Silveira (cavaquinho) e Wagner Segura (violão 7 cordas). No repertório, o grupo apresenta obras de grandes músicos brasileiros como Joaquim Callado, Anacleto de Medeiros, Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Waldir Azevedo, entre outros compositores.

Serviço:

O Quê: Projeto Música na Praça – apresentação do grupo Wagner Segura

Quando: Terça-feira (26/10) – 12h30 às 13h30

Onde: Coreto Maestro Hélio Teixeira da Rosa – Praça 15 de Novembro

Quanto: gratuito

Informações: portal.pmf.sc.gov.br/entidades/franklincascaes

Sobre os músicos:

Wagner Segura

Violonista arranjador, compositor, e divulgador do chorinho em Florianópolis, Wagner Segura integrou alguns conjuntos de choro na Capital, como os grupos Vibrações e Nosso Choro. Como arranjador, violonista, bandolinista e cavaquinhista, participou da produção de discos e CDs de todos os sambas-enredo da Embaixada Copa Lord, de 1995 a 2003. Também produziu a trilha sonora dos filmes sobre Victor Meireles e Cruz e Souza, e participou como músico e arranjador da gravação de discos e CDs de Zininho, Neide Mariarrosa, Jorge Coelho, Nosso Choro, Maria Helena, Elias Marujo, entre outros compositores catarinenses. Gravou os CDs Um toque Seguro e Nova Manhã.

Thiago Larroyd

Iniciou na música aos 14 anos e aperfeiçoou os estudos de samba e choro com o violonista Wagner Segura. Integrou os grupos Novos Bambas, Receita de Samba, Número Baixo, Bom Partido, e ajudou a fundar o Clube do Choro de Florianópolis. Atualmente é professor de cavaco e bandolim no Centro Musical Wagner Segura, e toca no grupo Quarteto Marimbondo e no Trio Mistura e Manda. Também integra a Orquestra Sinfônica de Santa Catarina, além de ser musicista, com pesquisa nos instrumentos bambolim e cavaco.

Fernanda Silveira

Começou a estudar violão aos oito anos, por incentivo dos pais, mas foi no cavaquinho que encontrou afinidade, tendo como orientador musical o violonista Wagner Segura. Posteriormente aperfeiçoou os estudos com Luciana Rabello, Mauricio Carrilho e Pedro Amorim, além de participar de várias oficinas e festivais pelo Brasil. Fez parte do Grupo Um Bom Partido, e ajudou a fundar o grupo de choro Ginga do Mané, que recebeu o prêmio Franklin Cascaes de Cultura (2009), concedido pela Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, pelo destaque na música popular catarinense.

Fabrício Gonçalves

Tocando profissionalmente pandeiro há oito anos, Fabrício Gonçalves participou de cursos e oficinas, sob orientação de Jorginho do Pandeiro (grupo Época de Ouro), Celsinho Silva, Odilon Costa, Guilherme Gonçalves, Oscar Bolão e Luiz Otavio Braga. Integrou o grupo Bom Partido, onde acompanhou grandes nomes do samba como Monarco da Portela, Tantinho Mangueira, Xangô da Mangueira, Ney lopes, Wilson Moreira, Jair do Cavaco, Agemiro Patrocínio, Casquinha, Noite Ilustrada, entre outros. Atualmente é professor de percussão no Centro Musical Wagner Segura e free-lancer com alguns grupos de samba e choro.

spot_img

Leia mais