26.8 C
fpolis
segunda-feira, novembro 29, 2021
cinesytem

Santa Catarina terá 2 mil vagas para programa de ensino técnico

spot_img

Santa Catarina terá 2 mil vagas para programa de ensino técnico

spot_img

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Assistência
Social, Trabalho e Habitação e da Diretoria de Trabalho, Emprego e Renda,
garantiu 2 mil vagas para os catarinenses no Programa Nacional de Acesso
ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). „A qualificação profissional é
muito importante para Santa Catarina porque somos um estado que cresce
muito e tem uma grande oferta de vagas. E com a qualificação os
profissionais têm mais chances de garantir uma vaga no mercado de
trabalho‰, disse o Secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e
Habitação, Serafim Venzon.

Doze municípios do Estado serão beneficiados num primeiro momento com o
projeto. São eles: Florianópolis, São José, Criciúma, Itajaí, Jaraguá do
Sul, Palhoça, Chapecó, Lages, Balneário Camboriú, Brusque e Joinville,
Blumenau. O critério de seleção considerou a população, acima de 100 mil
habitantes, e ainda que estes municípios estejam integrados à rede do
Sistema Nacional de Emprego (Sine). O Pronatec Brasil sem Miséria é uma
parceria do MEC (Ministério da Educação), do Ministério do Trabalho e
Emprego (MTE) e do MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à
Fome) com os estados e municípios.

A previsão é de que os cursos comecem ainda este ano e sejam realizados
pelo Sistema S e Instituto Federal de Santa Catarina. Os cursos seriam
para qualificação nas áreas de pedreiro, marceneiro, jardineiro,
recepcionista, garçom, entre outros. „Qualificação profissional gera
estabilidade, agrega valor à produção, desenvolve o Estado‰, lembrou o
Diretor de Trabalho, Emprego e Renda, Demetrius Moura. Na próxima
quarta-feira (16) já está agendada uma reunião na SST com os
representantes dos 12 municípios que participam da primeira etapa do
projeto em Santa Catarina. Neste caso o Estado irá repassar orientações e
dar subsídios para que os municípios implementem os projetos na sua
região. Estarão presentes nesta reunião as respectivas Prefeituras,
Secretarias de Assistência Social dos Municípios, além de representantes
do Sine.

O Pronatec atenderá a pessoas na faixa etária entre 18 e 58 anos e que já
estejam no Cadastro Único da Assistência Social ou no Bolsa Família. O
objetivo do projeto é expandir, interiorizar e democratizar a oferta de
cursos técnicos e profissionais de nível médio, e de cursos de formação
inicial e continuada para trabalhadores. O Pronatec é direcionado para
estudantes do Ensino Médio da rede pública, inclusive da Educação de
Jovens e Adultos; trabalhadores e beneficiários dos programas federais de
transferência de renda.

spot_img
spot_img