18.5 C
fpolis
quinta-feira, setembro 23, 2021
cinesytem

Unidos da Coloninha apresenta os ciclos da economia brasileira no Carnaval 2011

spot_img

Unidos da Coloninha apresenta os ciclos da economia brasileira no Carnaval 2011

spot_img

A Unidos da Coloninha, que tem patrocínio da Havan em seus projetos sociais, faz os últimos ajustes para o Carnaval 2011. Neste ano, a escola de samba entra na Passarela Nego Quirido, em Florianópolis, com o samba-enredo “Vossa Majestade, beijo-lhe as mãos! A terra do pau-brasil é boa e querendo aproveitá-la, tudo nela dá”, dos autores Juninho Zuação, André Cunha e Diego Nicolau.

O samba-enredo vai contar os ciclos da economia brasileira, da descoberta do Brasil até a era da globalização. A escola vai levar para a avenida, no sábado de carnaval, 5 de março, três mil componentes e quatro carros alegóricos, sendo que um representará a figura de Chica da Silva. Os figurinos são assinados pelo carnavalesco José Alfredo Beirão e exigiram muito tempo de pesquisa. O enredo está dividido em cinco alas, que representam as trocas de quinquilharias pelos portugueses e índios, a descoberta do ouro, os ciclos do café, da borracha, as rotas de navegações, o período da escravidão, da industrialização, até a descoberta do comércio. O destaque ficará por conta das baianas, que estarão vestidas de deusas indígenas.

A escola vai passear no tempo em 23 alas até chegar nos dias atuais, com a criação de novos negócios e o estabelecimento de empresas estrangeiras, gerando novos empregos. A tecnologia vai marcar presença no desfile. Telões de LED irão retratar fases marcantes do comércio, mostrando a importância da abertura da economia para o desenvolvimento do país com outros mercados como EUA, Canadá, China e Índia.

A Unidos da Coloninha comemorou seus 49 anos de agremiação no dia 10 de janeiro.

Parceria

A parceria com a Havan inclui apoio aos projetos sociais da entidade e a participação da agremiação no Carnaval 2011. A Havan patrocina as ações da escola, incluindo cursos e oficinas de qualificação de mão-de-obra e os eventos assistenciais promovidos na comunidade.
Entre os projetos sociais estão as escolinhas de dança, teatro, capoeira e outras modalidades, além dos cursos de formação de garçons e as oficinas para qualificação de mão-de-obra, que é absorvida durante os preparativos do carnaval, na confecção de fantasias e adereços. O apoio da Havan estende-se aos eventos beneficentes realizados em datas especiais, como Dia das Crianças e Natal.

A Havan aderiu ao projeto social da Coloninha como uma forma de se integrar ainda mais à comunidade, fazendo parte do dia-a-dia, da cultura e dos costumes da região, onde tem lojas em Florianópolis, na Via Expressa; na Ilha, no Floripa Shopping; em Palhoça e vai inaugurar outras, na Capital, na Avenida Rio Branco e em São José, no Distrito Barreiros.

spot_img
spot_img

Leia mais