20.4 C
fpolis
quarta-feira, dezembro 8, 2021
cinesytem

Alunos do Colégio Catarinense entregam ao Imperatriz propostas para a sustentabilidade

spot_imgspot_img

Alunos do Colégio Catarinense entregam ao Imperatriz propostas para a sustentabilidade

spot_img

Alunos do 5º ano da Ensino Fundamental do Colégio Catarinense levaram ao Super Imperatriz, nesta quarta-feira (27), o resultado do projeto desenvolvido ao longo do ano letivo e que está diretamente ligado à sustentabilidade e à Ecologia Integral, pilares da pedagogia aplicada pela escola e uma constante preocupação para o Planeta. O presidente da empresa, Tiago Lohn, e o diretor de Marketing e Expansão, Vidal Lohn Filho, receberam uma carta dos estudantes, com sugestões para a redução do uso de embalagens plásticas. O encontro foi realizado na loja do Imperatriz Gourmet da Av. Gama D’Eça, na presença de professores da instituição.

O projeto “Na onda do biodegradável: uma grande sacada” incluiu uma pesquisa em que os alunos identificaram que o uso das sacolas plásticas representa uma grande ameaça ao bioma marinho, especialmente para as tartarugas. A iniciativa será levada a outras redes de supermercados da cidade, como forma de levantar um alerta e propor soluções. Os diretores do Super Imperatriz se comprometeram a levar as ideias também para a Associação Catarinense de Supermercados – Acats. 

Vidal Lohn Filho explicou aos alunos que há mais de 20 anos a rede já realiza a separação do lixo e a destinação de plásticos e vidros para a reciclagem. Além disso, as sacolas utilizadas são oxibiodegradáveis,que têm sua fragmentação acelerada por influência de oxigênio, luz, temperatura e umidade. “Estamos permanentemente pesquisando formas de diminuir o uso do plástico. Acreditamos que com a evolução das pesquisas vamos conseguir reduzir muito ainda”, avaliou. 

O diretor do Super Imperatriz elogiou a iniciativa da escola, “por incentivar uma consciência nos jovens que faz toda a diferença”, e adiantou que algumas sugestões serão analisadas imediatamente pelo departamento de Marketing, como a proposta de realização de campanhas com cartazes incentivando o uso de ecobags. “Vamos começar aqui pela loja do Imperatriz Gourmet e vocês estão convidados a vir conhecer o resultado quando iniciarmos”, disse aos estudantes.  

Para o Colégio Catarinense, “a educação ambiental é entendida como uma disciplina isolada nos currículos da escola, mas deve ser abordada como uma rede de informações e boas práticas, com o objetivo de sensibilizar e buscar o engajamento coletivo”, explicou Louisa Farina Schröter, diretora acadêmica. A ideia desenvolvida pela escola é formar cidadãos responsáveis, multiplicadores de atitudes ambientais e socialmente desejadas. Tanto que a escola criou um Laboratório de Ecologia Integral, pelo qual todos os alunos da escola já passaram para atividades de caráter ambiental. 

Desde 2011, quando lançou o Projeto Lixo Zero, a escola está focada na mudança de atitude de toda a comunidade educativa – alunos, pais e colaboradores da escola – por meio desse projeto permanente. Somente entre 2018 e 2019 foram coletadas mais de 40 toneladas de resíduos como papelão, plásticos, vidros e metal. Tudo foi encaminhado ao Laboratório de Ecologia Integral, separado pelos alunos nas aulas e pessoal da instituição e encaminhadas a uma associação de catadores.

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img

Leia mais