26.8 C
fpolis
segunda-feira, novembro 29, 2021
cinesytem

Ângela Hirata vem a Florianópolis falar do sucesso internacional da marca Havaianas

spot_img

Ângela Hirata vem a Florianópolis falar do sucesso internacional da marca Havaianas

spot_img

Estratégia que levou ‘as legítimas’ às vitrines mundiais será apresentada na 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista

Mostrar ao mundo que o Brasil tem produtos de qualidade e potencial para competir fora de suas fronteiras com as etiquetas made in France, made in Japan, made in USA. Este era o desafio da administradora de empresas Ângela Hirata quando assumiu em 2001 a diretoria de comércio exterior da São Paulo Alpargatas, dona da marca Havaianas. Na época, a exportação das tradicionais sandálias de borracha representava 1,5% do faturamento total da empresa. Em quatro anos, este valor subiu para 10%, alcançando 200 mil pontos de venda em quase 60 países.

À frente da equipe responsável pelo desenvolvimento de novos mercados, a executiva transformou a marca popular em grife mundialmente conhecida. A trajetória de sucesso da Havaianas em território internacional será contada por Ângela Hirata em palestra na 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, no próximo dia 29 de setembro, às 8h30, em Florianópolis. A consultora da Alpargatas será ouvida por mais de 5 mil varejistas de todo o país, reunidos no que promete ser o maior evento de varejo da América Latina.

“A sua experiência e know-how em posicionamento de marca será, acima de tudo, inspiração para os lojistas. A Havaianas se tornou uma grife de alto valor agregado, com sucesso internacional, e por isso mesmo um case que deve servir como exemplo para ultrapassarmos as barreiras da exportação”, destaca Sergio Medeiros, presidente da Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL SC), organizadora da 51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista em parceria com CDL de Florianópolis. A realização é da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

De chinelo a artigo de luxo – Para tornar a Havaianas objeto de desejo fora do Brasil, Ângela Hirata – que também teve passagem marcante pela Azaléia e hoje é consultora da Alpargatas – firmou parcerias com distribuidores e representantes locais. “Cada país tem suas preferências, alguns preferem determinadas cores, com salto ou sem salto, você tem que avaliar muito o mercado”, diz a executiva, que fala fluentemente japonês, inglês, espanhol e italiano. Ela destaca que o respeito às diferenças culturais é o segredo do sucesso das sandálias Havaianas, marketeadas no Brasil como ‘as legítimas’.

Nascida em Rosária, interior de São Paulo, Hirata conta que chegou a acumular mais de um milhão de milhas em viagens realizadas para conhecer as características e particularidade de cada público. Para competir no exterior, o chinelo de dedo criado em 1962 ganhou um toque fashion e conquistou clientes que chegam a pagar US$ 250 por um exemplar com cristais Swarowski.

Serviço

Palestra Ângela Hirata – case Havaianas

29/9, às 8h30

51ª Convenção Nacional do Comércio Lojista

CentroSul – Florianópolis

spot_img
spot_img