14.5 C
fpolis
quarta-feira, outubro 20, 2021
cinesytem

Avaí e Figueirense divulgam notas de pesar pela morte de Luiz Henrique da Silveira

spot_img

Avaí e Figueirense divulgam notas de pesar pela morte de Luiz Henrique da Silveira

spot_img

Os dois principais clubes de futebol de Florianópolis, Avaí e Figueirense, se manifestaram sobre a morte do senador Luiz Henrique da Silveira, ocorrida neste domingo, 10. Confira na íntegra as manifestações de pesar dos clubes. 

Avaí

“É com pesar que os Poderes Constituídos do Avaí Futebol Clube lamentam a morte do Senador da República, Luiz Henrique da Silveira, ocorrida na tarde deste domingo, dia 10 de maio, em Joinville, no Norte do Estado.

O senador estava no apartamento de Itapema com a família. Sentiu-se mal pela manhã, já com problemas cardíacos. Foi transferido para Joinville. Hospitalizado, teve duas paradas cardíacas.

Em janeiro de 2007, o então governador Luiz Henrique visitou a Ressacada para acompanhar as obras internas do estádio e de construção no novo espaço coberto que hoje comporta os setores C, D e E. As obras foram realizadas com recursos captados através do FUNDESPORTE, cujo projeto foi aprovado pelo Governo do Estado.

O clube fará um minuto de silêncio antes da partida Avaí x Santos que começa às 18h30 deste domingo.

Nossos sentimentos aos amigos e familiares do ex-governador.”

Figueirense

"O Figueirense Futebol Clube lamenta profundamente o falecimento do senador Luiz Henrique da Silveira neste domingo (10), na cidade de Joinville (SC). Luiz Henrique da Silveira marcou época na política catarinense e nacional durante 44 anos e o Figueirense deseja força aos seus familiares e amigos neste momento."

Como ocorreu

Após almoço no domingo, 10, em sua residência em Joinville, o político passou mal. Foi atendido pelo Samu após uma parada cardíaca. Em seguida, foi encaminhado ao hospital. Com a segunda parada cardíaca, recebeu procedimentos por cerca de uma hora, mas não resistiu.

Aos 75 anos, Luiz Henrique foi prefeito de Joinville por três mandatos, deputado federal, deputado estadual, governador de Santa Catarina por dois mandatos e, atualmente, era senador da república. Também foi ministro de Ciência e da Tecnologia.

O sepultamento será nesta segunda, às 16h30, no Cemitério Municipal.

spot_img
spot_img