23.2 C
fpolis
terça-feira, abril 23, 2024
Cinesystem

Box 32 comemora 40 anos e 16 milhões de clientes atendidos no Mercado Público de Florianópolis

spot_img

Box 32 comemora 40 anos e 16 milhões de clientes atendidos no Mercado Público de Florianópolis

spot_imgspot_img



 Considerado um fenômeno mercadológico por Washington Olivetto, os balcões democráticos do Box 32 já receberam presidentes do Brasil e lotam diariamente de celebridades e anônimos. Cardápio que preserva a culinária açoriana, exclusividades como o legítimo jamón Pata Negra e atendimento acolhedor do próprio dono da casa fazem do BOX 32 um dos destinos obrigatórios na capital catarinense há quatro décadas. 

                Em março de 2024, mais precisamente dia 4, o Box 32 completa 40 anos de operação no Mercado Público Municipal de Florianópolis e, neste período, o bar e restaurante virou grife com reconhecimento internacional. Tornou-se um ponto de passagem obrigatório para celebridades, turistas e moradores atrás do legítimo cardápio açoriano, típico da colonização portuguesa que predomina no litoral catarinense.                

               Mas, paralelo a um até então simples comércio de bebidas e alimentos, Beto Barreiros criou também uma página importante da história da gastronomia típica de Florianópolis e ajudou a alavancar um dos pontos turísticos da cidade, que nem sempre esteve na sua melhor forma, o Mercado Público Municipal.

Beto Barreiros: a alma do Box 32

             Por trás do balcão do Box 32, orquestrando cardápio, operação e originalidade, está uma figura icônica da cidade, Beto Barreiros, empreendedor envolvido no universo da gastronomia desde que largou seu negócio com comércio de combustíveis e decidiu fundar o Box 32 no início da década de 1980, num espaço de 15m², no então “decadente Mercado Público da capital”, como definiu o jornalista Carlos Stegemann no livro “Sabor de sucesso” que publicou sobre a casa em 2005.

              Envolvido diretamente na seleção de ingredientes buscando a excelência do cardápio, Belo participou da primeira criação de ostras de Florianópolis, no final da década de 1980, e que hoje 96% da ostra consumida no Brasil saem da capital catarinense.

                Fundador do Clube dos Gourmets de Florianópolis, que completa 35 anos em junho de 2024, e da ABRASEL-SC, Beto ainda foi duas vezes vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, a ACIF.  Sua gestão e visão fizeram dele Personalidade Vendas da ADVB-SC e deu ao BOX 32 três prêmios TOP de Marketing e Vendas da ADVB-SC.

O balcão mais democrático do Brasil

            Com o passar do tempo, junto com o aumento do espaço da área do restaurante, veio também o aumento da popularidade e 16 milhões de pessoas passaram pelo Box 32 em quatro décadas. “Frequentado por office-boys e presidentes da República. Centros de altas decisões filosóficas e tremendos papos-furados.”, resumiu o publicitário Washington Olivetto sobre o democrático Box 32 quando chamou o espaço de “fenômeno mercadológico” no prefácio do livro de Stegemann.

           E a lista de clientes ilustres realmente é tão grande, quanto eclética, incluindo ex-presidentes da República como Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso, além de Brizola, Mário Covas, Guilherme Afif, Jaime Lerner, Roseana Sarney, Luís Henrique da Silveira, Aloísio Mercadante, Artur da Távola e muitos outros políticos expressivos.

              Escritores, imprensa, atores e cantores também marcaram presença com, por exemplo, Luiz Fernando Veríssimo, Jaguar, Joelmir Betting, Galvão Bueno, Alexandre Garcia, Reginaldo Leme, Carlos Nascimento, Adriane Galisteu e Luciano Huck, Arthur Moreira Lima, Hermeto Paschoal, Astor Piazzola, Martinho da Vila, Joãozinho 30, Eva Wilma, Paulo Gracindo, Amyr Klink, Adriana Calcanhoto, Juarez Machado, Ana Botafogo, Paulo José, Neguinho da Beija Flor, e segue.

            E o que atraiu tantos famosos e anônimos ao Box 32 por quatro décadas acumulando dezenas de fotos e recordações pelas paredes do restaurante? Segundo Beto, foi a junção bem particular de cardápio, atendimento e inovações que mantiveram o espaço sempre vanguardista e atrativo com o passar das décadas.

Um cardápio mané com sotaques do Mundo

             Todos os pratos oferecidos no BOX 32 são produzidos na própria cozinha da casa que, com o Selo de Inspeção Municipal desde 2019, faz das suas receitas um bom negócio e vende produtos originais do seu cardápio para 45 pontos entre bares e restaurantes de Florianópolis e região.

             Camarão, berbigão, ostra, marisco, vieiras, lula, polvo, lagosta, e toda variedade de peixe, sempre frescos, são oferecidos em receitas clássicas da culinária açoriana, ou com toques de inovação, como o famoso pastel de camarão com 100 gramas de recheio; ou a tradicional feijoada de frutos do mar.

             “Procuramos oferecer ao nosso cliente uma experiência imersiva na cultura através culinária típica de Florianópolis, mas também um passeio por outros prazeres gastronômicos do Mundo”, resume Beto, que foi quem trouxe de Salamanca, na Espanha, o legítimo jamón Pata Negra de Bellotas, considerado o melhor do Mundo, que teve quase duas mil peças vendidas.

             Para dar ares internacionais ao Box 32, Beto foi 24 vezes à Europa, seja para aprender, trabalhar ou passear e se inspirar.

Cachaça premiada, louça de ouro e pratas da casa

            As particularidades do BOX 32 passam ainda por cachaça e espumantes próprios produzidos em Santa Catarina. A Cachaça do BOX 32, feita em Luiz Alves, foi o primeiro produto personalizado da casa e começou vendendo um litro por semana em 1984, com o rótulo feito à mão pelo próprio Beto, e hoje é sucesso absoluto.

            Já o espumante personalizado do BOX 32, produzido na vinícola Villaggio Grando, de Água Doce, leva as três uvas oficiais do champagne, Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunière, e é feita com o método champenoise, com envelhecimento na própria garrafa, tornando-o tão especial que tem produção limitada.

             Diversos modelos e tamanhos de copos e taças com logomarca do Box 32 e bordas douradas também estão à venda e são iguais aos que os clientes usam na casa. São peças onde o dourado é ouro mesmo.

            Por fim, muito além dos produtos personalizados, que ainda incluem pimentas, temperos, utilidades de cozinha etc., o que também dá personalidade ao espaço é seu atendimento, muitas vezes feito pelo próprio Beto, que conta com colaboradores que variam entre as “pratas da casa”, funcionários com 15, 20 e até 30 anos de BOX 32, e novatos. Isso porque, segundo Beto, “a pequena rotatividade dos funcionários é importante para oxigenar o ambiente com novas ideias e assim possamos seguir encantando e conquistando clientes, sempre mantendo o aprimoramento dos nossos produtos e serviços com qualidade e atendimento em primeiro lugar.”

editor.deolhonailha
editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img