27 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Bruno Matheus e Mariana Borges vencem o Powerman Brasil com novos recordes

Bruno Matheus e Mariana Borges vencem o Powerman Brasil com novos recordes

spot_img

Em um lindo dia e sol e clima perfeito em Jurerê Internacional, os duatletas Bruno Matheus e Mariana Borges venceram a segunda edição do Powerman Brasil, realizada neste domingo, na capital catarinense. E ambos estabeleceram novas recordes na prova que contou com duas etapas de 10km de corrida, intercaladas por um percurso de 60km de ciclismo, todos realizados na paradisíaca praia do norte da Ilha de Santa Catarina.
 
Competindo em casa, Mariana Borges confirmou presença no Powerman Brasil na última semana após retornar de uma longa viagem na Europa, onde participou de treinamentos e competições. E o apoio da torcida mais uma vez fez a diferença. Campeã em 2015, Mariana melhorou o desempenho na edição deste ano, diminuindo em mais de dois minutos sua marca.
 
“Cheguei em Floripa após quase um mês na Europa e a primeira coisa que fiz foi confirmar minha participação na prova. O formato do Powerman é muito bom. Estou muito contente. Minha estratégia é sempre a mesma: dar o máximo que puder na bike. Porém, dessa vez eu resolvi forçar mais na corrida, especialmente na primeira, para não deixar a Carol (Furiella) escapar”, comentou Mariana Borges.
 
Melhor no início da prova, Carol Furriela, vice-campeã do evento, abriu boa vantagem nos primeiros 10km de corrida. No entanto, Mariana, incentivada por amigos e familiares, fez bem seu papel no ciclismo, tirando a vantagem e descontando mais de seis minutos sobre Carol na segunda transição. Com vantagem nos 10km finais, a atleta da casa administrou bem a vantagem, fechando o percurso em 2:58:01. Carol Furriela fechou os 80km de percurso em 3:02:36 e Nayara Luniére completou o pódio com 3:09:19.
 
Entre os homens, o santista Bruno Matheus foi o mais constante durante todo percurso. Nas duas primeiras transições da prova o duatleta não aparecia na primeira posição, mas sempre se mantinha no pelotão da frente. A vitória no Powerman Brasil foi definida nos 10km finais, quando o atleta do litoral paulista conseguiu abrir diferença sobre o campeão do evento em 2015, Matheus Ghiggi.
 
“Vencer é sempre muito bom. Consegui fazer um bom ciclismo, mas posso dizer que a prova foi definida na última corrida. Até a segunda transição estava tudo bem embolado. O nível da prova estava muito alto e o resultado, incluindo o recorde, só comprovam isso”, comentou Bruno, campeão do Powerman Brasil 2016 com 2:39:28. Matheus Ghiggi completou o percurso em 2:41:36 e em terceiro ficou Francisco Viana Neto, com 2:42:35.
 
Sprint:
 
Na categoria Sprint, que consistia em dois percursos de 5km de corrida e um de 20km de ciclismo, o campeão no masculino foi Ivan Razeria, com 1:16:37, seguido por Edmar de Castro e Thiago Caldas. No feminino, Raphaela Russi venceu com 1:36:21, seguida por Iolanda Cezar e Gabriela Zyikuewisz.
 
Resultados – Powerman Brasil 2016
 
Masculino – Classic
 
1º Bruno Matheus – 2:39:28 – Recorde
2º Matheus Ghiggi – 2:41:36
3º Francisco Viana Neto – 2:42:35
4º Antonio Mansur – 2:43:08
5º Pedro Arieta – 2:47:29
 
Feminino – Classic
 
1ª Mariana Borges – 2:58:01 – Recorde 
2ª Carol Furriela – 3:02:36
3ª Nayara Luniére – 3:09:19
4ª Sylvia Kreuger – 3:12:21
5ª Bruna Mahn – 3:14:30
 
Masculino – Sprint
 
1º Ivan Razeria – 1:16:37
2º Edmar de Castro – 1:18:08
3º Thiago Caldas – 1:18:46
 
Feminino – Sprint
 
1ª Raphaela Raussi – 1:36:14
2ª Iolanda Cezar – 1:37:56
3ª Gabriela Zyikuewisz – 1:38:06
 
 Sobre o Powerman Brasil:
 
Realizado pela primeira vez na América do Sul em 2015, na cidade de Florianópolis, o Powerman Brasil retorna a capital catarinense para mais uma edição da maior série de duathlon do mundo em terras brasileiras. A prova, que vale vaga para o mundial da categoria, realizado sempre em setembro na Suíça, conta com as categorias Classic e Sprint. No Classic os duoatletas são desafiados em 20km de corrida (intercalados em duas etapas de 10km cada) e 60km de ciclismo. Já no Sprint, são 10km de corrida (divididos em duas etapas de 5km cada) e mais 20km de ciclismo. Além disso, o evento conta com as provas em Dupla (somente para o Classic) e Kids.

spot_img
spot_img