24.4 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Camerata Florianópolis se apresenta nesta quinta no Teatro Pedro Ivo

Camerata Florianópolis se apresenta nesta quinta no Teatro Pedro Ivo

spot_img

A Camerata Florianópolis apresentará no dia 25 de março, no Teatro Pedro Ivo, um concerto com obras do período clássico de Mozart e Stamitz. O concerto, que será regido pelo maestro Jeferson Della Rocca, contará com solos da violinista Elisa Fukuda e do violista Marcelo Lemos.

Este será o segundo concerto oficial da Temporada 2010 da orquestra de um total de 30 previstos até dezembro. A programação inclui diversos concertos de diversos estilos e gêneros musicais, bem como um verdadeiro desfile de grandes personalidades da música erudita do Brasil e exterior.

O concerto foi viabilizado através do patrocínio da Clemar Engenharia, através da Lei Rouanet/Ministério da Cultura, Governo Federal.

O concerto tem início com a Sinfonia n° 23 em Ré Maior KV 181, de Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791), algumas vezes chamada de Abertura – apesar de no manuscrito ser intitulada Sinfonia -, foi datada como concluída em 19 de maio de 1773, e integra o grupo das chamadas Sinfonias de Salzburgo do compositor. É uma obra particularmente simples, repetindo a natureza festiva das sinfonias anteriores. Em seguida o Concerto para Viola e Orquestra em Ré Maior, op. 1 de CARL STAMITZ (1745 – 1801), composto entre 1773 e 1774. A obra faz um uso eficaz das diferentes cores do timbre da viola, para atender aos diferentes caráteres da peça, usando todos os registos do instrumento, possibilitando contrapontos interessantes entre solista e orquestra. Carl Stamitz foi um dos compositores mais prolíficos da chamada Escola de Mannheim, tendo escrito mais de 50 sinfonias, 38 sinfonias concertantes e 60 concertos. Também compôs música de câmara e peças vocais. Notável pelo lirismo, sua música combina convenções da Escola de Mannheim com recursos estrangeiros, como um padrão de sinfonias de três movimentos trazidos da Itália, e pelo uso frequente da forma rondó em finales – populares na França.

Para finalizar, a orquestra executará o Concerto para Violino e Orquestra em Lá Maior KV 219 “Turco” de WOLFGANG AMADEUS MOZART (1756 – 1791), composto e estreado em 1775 e é o quinto concerto para violino que Mozart escreveu.

Este é o único exemplo no repertório de concerto de Mozart, em que um interlúdio lento marca a primeira intervenção do solista. O soberbo segundo movimento é consideravelmente mais longo e pungente do que os movimentos lentos dos quatro concertos anteriores. A melodia flui de forma sublime, e na seção central nos deparamos com uma das passagens mais belas escritas por Mozart. No último movimento, Rondo, o movimento básico é interrompido na metade do caminho por uma seção contrastante em todos os sentidos – estética, formal e estilisticamente -, e por conta desta seção tão diferente, um Allegro frenético, que o Concerto “Turco” recebeu seu apelido.

Os solistas:

ELISA FUKUDA – Violino
Elisa Fukuda é graduada pelo Conservatório de Música de Genebra, na classe do professor Corrado Romano, onde recebeu o Primeiro Prêmio de Virtuosidade “com distinção e cumprimentos do Júri”. Foi aluna de eminentes violinistas como Henryk Szering, Arthur Grumiaux e Nathan Milstein, e sua formação foi complementada no Mozarteum de Salzburg com Sandor Vegh. Na Europa, Elisa Fukuda apresentou-se com diversas orquestras, entre elas a Orchestre de La Suisse Romande, a Orquestra G. Enesco de Bucarest e a Orquestra de Câmara de Moscou, além de realizar recitais na Rússia, Itália, Hungria, Alemanha e Suíça.
Além da atividade didática que vem desenvolvendo na Escola Fukuda, é também Diretora Artística da Camerata Fukuda, fundada em 1990. Em 1992, formou juntamente com o pianista Giuliano Montini e o violoncelista Peter Dauelsberg o Trio Dell’ Arte que já em seu segundo ano recebeu o Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA, Brasil) como o “Melhor Conjunto Instrumental do Ano”. O Trio realizou extensas turnês em Portugal, Espanha, Açores, Argentina, Alemanha e Suíça. Fundou em 2001 o quarteto de cordas Camargo Guarnieri.
Sua discografia é composta por 12 CDs gravados com a Camerata Fukuda, Trio Dell’ Arte, Quarteto Camargo Guarnieri e duo com os pianistas Giuliano Montini e Vera Astrachan. Recebeu diversos prêmios ao longo de sua carreira, entre os quais se destacam o de “Melhor Solista do Ano” pela APCA (1989) e o Prêmio Carlos Gomes na categoria de “Solista Instrumental” (2000).
Atualmente é professora residente do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão e professora de violino no Curso de Música da Faculdade Cantareira.

MARCELO LEMOS DA SILVA
Viola
B
acharel em Viola pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Marcelo Lemos da Silva atualmente ocupa a posição de viola principal em diversas orquestras, tais como Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra de Câmara da Puc-PR, Orquestra de Câmara de Blumenau e Camerata Brandão. Atuou também como concertino da Amazonas Filarmônica durante o Festival de Ópera de Manaus. Hoje é professor substituto do Bacharelado em Viola da UDESC.
Como solista tocou com diversas orquestras brasileras, executando importantes obras do repertório para viola, como o Romance, op. 85 de Max Bruch, Trauermusik de Paul Hindemith, o Concerto de Brandenburgo n° 6 de Johann Sebastian Bach, a Fantasia de Hummel, e Brasiliana de Edino Krieger. Como camerista, atuou ao lado de Guy Braunstein (spalla da Orquestra Filarmônica de Berlim) e David Taylor (spalla assistente da Orquestra Sinfônica de Chicago).

Programa

Sinfonia n° 23 em Ré Maior KV 181
Allegro spiritoso
Andantino grazioso
Presto assai
WOLFGANG AMADEUS MOZART

Concerto para Viola e Orquestra em Ré Maior, op. 1
Allegro
Andante moderato
Rondo (Allegretto)
CARL STAMITZ
[Marcelo Lemos da Silva – viola]

Concerto para Violino e Orquestra em
Lá Maior KV 219 – “Turco”
Allegro Aperto – Adagio – Allegro Aperto
Adagio
Rondo – Tempo di Minuetto
WOLFGANG AMADEUS MOZART
[Elisa Fukuda – violino]


Serviço:
Camerata Florianópolis
25 de março, 21h, Teatro Pedro Ivo
Ingressos a R$ 20,00 e 10,00 reais disponíveis à venda na bilheteria dos teatros ou na sede da orquestra (Joe Colaço, 708, Santa Mônica, Florianópolis, SC).
Informações pelo site www.camerataflorianopolis.com.br ou pelos telefones32332324/32345354

spot_img
spot_img