16.3 C
fpolis
segunda-feira, outubro 18, 2021
cinesytem

Cimed/SKY enfrenta RJX no retorno do vôlei masculino à cidade do Rio de Janeiro

spot_img

Cimed/SKY enfrenta RJX no retorno do vôlei masculino à cidade do Rio de Janeiro

spot_img

Convidada da festa para o primeiro jogo do novo time do RJX, a equipe tetracampeã da Superliga Masculina e campeã sul-americana de vôlei busca aumentar o entrosamento do grupo em mais um amistoso

Depois de ser o anfitrião de uma festa de apresentação à torcida culminando em dois jogos contra o Vivo/Minas em Florianópolis (SC), agora é a vez de a Cimed/SKY ser o convidado de um grande evento. A equipe foi chamada para participar do primeiro jogo da história do RJX, o novo time do vôlei nacional, sediado no Rio de Janeiro (RJ). A partida, que também servirá como uma despedida oficial do ponta Nalbert das quadras, acontecerá nesta quinta-feira (28/07), às 20h30, no Maracanãzinho, com transmissão ao vivo do SporTV (canal 39 da SKY).

Em relação ao grupo que jogou duas vezes contra o Vivo/Minas na semana passada, há uma novidade: o ponta Renato Russomano volta após ser campeão com a seleção brasileira militar, que disputou os Jogos Mundiais Militares, também no Rio de Janeiro. O ponta Giba e o levantador Bruninho estão confirmados para a partida contra o RJX, enquanto o central Gustavo viaja com o elenco, mas ainda não fará sua estreia, já que está na fase final de sua recuperação de uma lesão no tornozelo esquerdo. O central Éder e o levantador Murilo Radke continuam a serviço da seleção brasileira de novos.

O desafio do tetracampeão da Superliga Masculina e campeão sul-americano de vôlei é enfrentar uma equipe com jogadores da seleção brasileira, mas que ainda não jogou. O RJX chega com destaques como o levantador Marlon, os pontas Lucão e Dante e o oposto Théo. Além disso, terá a presença de Nalbert, que atuará em parte da partida pelo time carioca como forma de homenagem em sua carreira. O ponteiro fez parte da última equipe masculina de vôlei do Rio de Janeiro, há 14 anos.

Todas essas atrações valorizam o evento, e o técnico da Cimed/SKY, Marcos Pacheco, acredita que é muito importante que sua equipe esteja presente em partidas como essa. “Jogos assim são bons de jogar, para ter uma referência contra times fortes. O RJX é uma grande equipe, com excelentes jogadores e todos os setores bem-formados. Na teoria, é bem composta. Mas tanto eles como nós temos talentos, mas estamos longe do ideal coletivo”, disse.

Já Giba destacou os benefícios que o vôlei nacional ganha com a entrada de mais uma equipe de destaque no cenário. “Sempre é bom ter um time novo. Vamos ver como eles vão se comportar. Mas é legal termos esses investimentos, a SKY foi responsável por esse boom no vôlei, que só vem crescendo. É importante. Vamos ver se a gente faz um bom jogo contra eles e consegue a vitória lá no Rio”, falou.

Trabalho para entrosamento da equipe é forte
O elenco completo da Cimed/SKY ainda não está à disposição, mas os treinos seguem a todo vapor no ginásio Capoeirão, em Florianópolis (SC). A cada atividade, Pacheco e Giba veem a evolução do trabalho, graças ao empenho de todos do grupo.

“A pré-disposição dos jogadores em acertar tem sido muito boa, e isso é muito importante. É um grupo que busca sempre o melhor, não se satisfaz com mais ou menos. Não tenho dúvidas de que o processo de entrosamento vai ser mais fácil. O Gustavo está machucado, mas vai viajar até para criar vínculos com todos. Assim, vamos formando o grupo. Temos de criar uma identidade própria”, declarou o treinador da Cimed/SKY.

“A gente teve pouco tempo até agora de trabalho, o elenco não está completo, mas os treinos têm sido muito bons. Estou gostando da estrutura oferecida pela Cimed/SKY. Estamos no caminho certo”, acrescentou Giba.

SERVIÇO

RJX x Cimed/SKY

Data: quinta-feira (28/07)
Horário: 20h30
Local: Maracanãzinho, Rio de Janeiro (RJ)
Transmissão ao vivo: SporTV (canal 39 da SKY)

spot_img
spot_img