25.9 C
fpolis
terça-feira, janeiro 25, 2022
cinesytem

Cineclube da Mostra de Cinema Infantil exibe curtas premiados neste sábado no CIC

Cineclube da Mostra de Cinema Infantil exibe curtas premiados neste sábado no CIC

spot_img

Neste sábado, 30, às 16h, o Cineclube da Mostra de Cinema Infantil traz para o Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, os curtas preferidos do público na 15ª edição da Mostra. A entrada é gratuita.

A iniciativa é uma parceria entre a Mostra e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio do Museu da Imagem e do Som (MIS/SC), e faz parte das comemorações dos 15 anos da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, festival pioneiro no Brasil, que este ano ocorreu entre 2 e 10 de julho.

Filmes:

(De Leandro Tadashi, SP, ficção, 2015, 14min)

Sinopse: O menino Bruno é obrigado a lidar com as mudanças que ocorrem em sua vida quando sua "Bá" (de Batchan, avó em japonês) é trazida para morar em sua casa.

Virando gente

(De Analúcia Godoi, SP, animação, 2013, 10min)

Sinopse: Um menino chamado Bruno conta como começou a perceber a si mesmo e o mundo ao seu redor, desde quando ainda estava na barriga da sua mãe.

Meninos e Reis

(De Gabriela Romeu, SP, documentário, 2016, 16min)

Sinopse: Num dos folguedos mais populares do Cariri cearense, o palhaço pinta a cara de preto, crianças aprendem a jogar espada com destreza, e meninas crescem como rainhas. Mas Maria, a rainha de um dos reisados mais tradicionais da região, está no último ano de reinado.

Aquitã, o indiozinho

(De Frata Soares, RJ, animação, 2015, 4min)

Sinopse: Aquitã é um indiozinho muito forte e corajoso. Porém, quando a noite chega trazendo a escuridão, Aquitã rapidamente procura abrigo no colo de sua mãe. O indiozinho, quem diria, morre de medo do escuro.

No fim da trama

(De Patrícia Monegatto, SC, ficção, 2016, 13min)

Sinopse: Léo, um menino de dez anos, está apreensivo. É dia de São João e ele foi nomeado o condutor da dança do Pau de Fitas. Ao lado de Estela, seu par, Léo tenta resistir à pressão exterior e recordar-se de cada passo, para que cada gesto ensaiado saia perfeito. Um passo em falso pode travar a fita, interromper a dança e por um fim na trama.

O melhor som do mundo

(De Pedro Paulo de Andrade, SP, ficção, 2015, 13min)

Sinopse: Vinícius não coleciona figurinhas nem carrinhos, nem gibis. Ele coleciona algo que não pode ser visto nem tocado. Vinicius coleciona os sons do mundo. Mas essa não é uma tarefa fácil, especialmente quando se decide encontrar

As informações são da Assessoria de Comunicação do Governo do Estado.

spot_img
spot_img