22 C
fpolis
sábado, outubro 16, 2021
cinesytem

Clássico de Jair Francisco Hamms será relançado hoje na Feira do Livro da EdUFSC

spot_img

Clássico de Jair Francisco Hamms será relançado hoje na Feira do Livro da EdUFSC

spot_img

O relançamento do clássico “O detetive de Florianópolis”, do escritor Jair Francisco Hamms, falecido dia 11 de janeiro deste ano, ocorrerá nesta quarta-feira, 26, a partir das 16h30, com um bate-papo com a viúva do autor, Lúcia Rupp Hamms, na Praça da Cidadania, na Feira do Livro da Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (EdUFSC), em Florianópolis.

A primeira edição, viabilizada em parceria com o extinto jornal O Estado, data de 1983, quando a EdUFSC era dirigida pelo escritor Salim Miguel. Reúne 31 crônicas originalmente publicadas em jornal.

Ao apresentar a obra, o então proprietário de O Estado, José Matusalém Comelli, afirma que Hamms “consegue reunir num só personagem vários tipos com os quais se cruza todos os dias nas ruas de Florianópolis, acentuando o espírito ilhéu malandro, irreverente, gozador e, no caso, lutador, disposto até a levar a sério sua profissão de detetive particular”.

Comelli refere-se ao Detetive Domingos Tertuliano Tive (D.T.TIVE), cujo escritório “funciona no centro de Florianópolis” (telefone 888888) e que “atende somente com hora marcada” e “sob absoluto sigilo”.

Além de trotes e causos envolvendo o famoso detetive, Jair Hamms desfila vários outros episódios com humor e sarcasmo, tratando sempre do cotidiano e da natureza do ser humano. Algumas histórias, por exemplo, estão sendo selecionadas para o cinema por Fernando do Canto, capista da reedição.

Jair Hamms, um dos fundadores da UFSC, escreveu também “A Cabra Azul”, “O Vendedor de Maravilhas” e “Samba no Céu”. Sua última obra foi “Batuque com tempero”, em parceria com o escritor Flávio José Cardozo. Hamms colaborou, por exemplo, com Aurélio Buarque de Holanda Ferreira na elaboração do Grande Dicionário da Língua Portuguesa.

A Feira de Livros da EdUFSC está aberta ao público de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 19h. Além do acervo da editora, a feira oferece uma prateleira de livros da Liga das Editoras Universitárias (Leu), que inclui, entre outras, a USP, Unicamp,UFMG e UnB.

spot_img
spot_img