26.8 C
fpolis
segunda-feira, novembro 29, 2021
cinesytem

COMDES traça ações para mobilidade, saneamento básico e governança metropolitana

spot_img

COMDES traça ações para mobilidade, saneamento básico e governança metropolitana

spot_img

Na última sexta-feira (1º), o Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis (COMDES), realizou a segunda reunião ordinária do ano, dando sequencia aos trabalhos de 2013. Neste ano, o COMDES vai adotar o modelo de núcleos de trabalho, com temas específicos: mobilidade, saneamento básico, governança metropolitana e institucional. O encontro contou com a presença de representantes das entidades integrantes do Conselho e com grande número de autoridades do poder público, entre eles os prefeitos de Florianópolis, César Souza Junior; de Biguaçu, José Castelo Deschamps; de Palhoça, Nirdo da Luz (interino); de Santo Amaro da Imperatriz; Sandro Vidal; do deputado federal Espiridião Amin e do secretário de Desenvolvimento Regional de Florianópolis, Renato Hinning.

Seguindo os temas definidos pelo COMDES, cada um dos prefeitos sugeriu ações ao Conselho e ressaltou o que cada município está realizando para melhorias na mobilidade e saneamento básico. Sobre a mobilidade da região metropolitana, o presidente do COMDES, Doreni Caramori Jr., disse já haver consenso junto aos prefeitos dos municípios envolvidos sobre a definição do traçado do Contorno Viário. “Em conjunto, decidimos pela manutenção do primeiro projeto. Logo, a OHS e a ANTT devem receber o comunicado oficial. Precisamos tirar já essa obra do papel”, afirmou. Ainda sobre a mobilidade, o prefeito de Biguaçu, Castelo Deschamps, sugeriu que fosse feita uma mobilização pública por mês para tentar agilizar o andamento do projeto. Já o secretário Hinning disse que já foi criado um comitê gestor da mobilidade regional, que vai elaborar um plano regional com ações a curto e longo prazo. E o deputado Amin afirmou que vai entrar com uma Ação Pública contra a OHL, para revogar o último reajuste e rever as inadimplências do contrato, que não está sendo cumprido. Em conjunto com as entidades também será organizada uma mobilização em Brasília, em meados de abril, com a participação dos prefeitos e do Fórum Parlamentar com o objetivo de pressionar o Governo Federal.

A questão da governança metropolitana também foi destaque. O prefeito da Capital, César Júnior, ressaltou que é preciso criar essa unidade para resolver questões em comum. Segundo ele, “o COMDES é um belo ‘embrião’ para institucionalizar a Região Metropolitana”, comentou.

A agenda de reuniões do COMDES segue com os encontros mensais. A próxima reunião está agendada para o dia 5 de abril.

Sobre o COMDES

O Conselho, formado por 24 entidades da Grande Florianópolis, atua em questões como mobilidade, transporte, turismo, construção civil, preservação ambiental, entre outras. As entidades integrantes são:

Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (ASBEA);
Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH);
Associação Catarinense de Engenheiros (ACE);
Associação Comercial e Industrial de Biguaçu (ACIBIG);
Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF);
Associação Comercial e Industrial de Palhoça (ACIP);
Associação Empresarial da Região Metropolitana de São José (AEMFLO – CDL/SJ);
Associação dos Engenheiros Agrônomos (AEAGRO);
Câmara de Dirigentes Lojista de Florianópolis (CDL–Florianópolis);
Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia de Santa Catarina (CREA-SC);
Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Santa Catarina (CRECI-SC);
Florianópolis Covention & Visitors Bureau; FloripAmanhã;
Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-SC);
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SC);
Observatório Social de São José;
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis;
Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis de Florianópolis (SESCON);
Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Florianópolis (SHRBS);
Sindicato dos Corretores de Imóveis de Santa Catarina (SINDIMÓVEIS);
Sindicato dos Engenheiros no Estado de Santa Catarina (SENGE-SC);
SINDUSCON.

spot_img
spot_img