21.8 C
fpolis
sexta-feira, maio 24, 2024
Cinesystem

Conheça histórias de sucesso de mães empreendedoras em Florianópolis

spot_img

Conheça histórias de sucesso de mães empreendedoras em Florianópolis

spot_imgspot_img

Todas comandam operações no Mercadão de Coqueiros, que fica na região continental da Capital de SC

Mãe, segundo o dicionário, é a mulher que deu à luz, que cria ou criou um ou mais filhos. No entanto, além desse cuidar do outro, a maioria das mães empreendedoras precisam conciliar essa função com uma série de responsabilidades. E em muitos casos, elas não atuam em empresas, são responsáveis por comandar negócios próprios.

De acordo com um estudo da Rede Mulher Empreende, realizado em 2023, de cada 10 mulheres que empreendem, sete são mães. Mas, e como dar conta disso tudo?

Como não existe uma fórmula mágica, compartilhamos abaixo histórias de cinco mulheres, que são mães, e comandam operações no Mercadão de Coqueiros. O empreendimento fica na região continental de Florianópolis.

Sabores de Portugal

Nascida em São Pedro de Rates, que é a maior freguesia de Póvoa de Varzim, em Portugal, Helena Moreira conta que desde pequena sempre gostou de cozinhar. No entanto, foi quando mudou para Florianópolis que a veia empreendedora aflorou e hoje comanda um dos mais renomados restaurantes da cozinha portuguesa em Santa Catarina.

“Mudamos para o Brasil em 1974, na época meu pai trabalhava numa multinacional e ministrava aulas de Latim e Grego na universidade, já minha mãe era bailarina e fundou a primeira escola de Ballet do Teatro Amazonas, em Manaus. Ficamos ali por três anos e começamos uma saga até o interior de São Paulo. Ficamos por mais uns cinco anos em Assis até que meu pai decidiu retornar para Portugal”, compartilha a mãe Débora, 31 anos, Maria Júlia, 25 e Maria Helena, de 22.

A volta para o país português era um sonho do pai de Helena, que havia saído de lá na década de 70 em função da Revolução. “Quando voltamos o país já não era mais o mesmo e como havia sido alfabetizada no Brasil, decidimos voltar e mudamos para Londrina, interior do Paraná”, conta.

Anos depois desse retorno ao Brasil, o pai de Helena faleceu e ela começou a fazer doces em casa para fazer a alegria dos irmãos. “Sempre gostei de cozinhar e ver eles felizes me fazia bem e isso se tornou um estímulo para começar a fazer doces e vender de porta em porta”, destaca.

Em dezembro de 1995 Helena mudou, junto da filha primogênita, para procurar emprego em Florianópolis. “Vim com a ideia trabalhar na área de turismo, pois a cidade sempre teve essa característica. Consegui trabalhos em diversas áreas, dentre eles fui ajudante e chef de cozinha até começar a fazer doces e vender. Muita gente dizia para fazer ´Doces de Pelotas´, na época não sabia o que era, mas fui criando minhas receitas e obtendo bons resultados”, compartilha.

A virada de chave no empreendedorismo foi em 1998 quando Helena foi oferecer seus doces num café localizado no Primavera Garden e soube que a operação iria fechar. “Conversei com os proprietários do espaço e abri o Delícias Portuguesas, onde permaneci por nove anos”, lembra.

Nesse meio tempo Helena começou a preparar encomendas de pratos prontos com bacalhau, e após a sugestão de clientes decidiu montar um restaurante. E foi em 2004 que o restaurante Delícias Portuguesas foi aberto no charmoso casarão que fica na esquina da Praça Getúlio Vargas, no Centro de Florianópolis.       

A unidade do Delícias Portuguesas em Coqueiros oferece doces de ovos, sanduíches de bacalhau, pernil, entre uma variedade de produtos inspirados na cozinha de Portugal.

Inspiração empreendedora

Dyanine Weiss Besen, que é diretora do Mercadão de Coqueiros e gerente financeira do Direto do Campo, comanda a primeira franquia da Gelateria MiPiace. Natural de Lages, mãe de Mariah, 6 anos, e Bernardo Rafael, 2 anos, e com formação em engenharia civil, Dyanine conta que o empreendedorismo é algo de família. “Acredito que empreender está em mim desde que nasci, cresci vendo meus pais empreendendo e sinto isso em mim desde muito jovem”, compartilha.

Aos 19 anos Dyanine abriu a primeira empresa, era no setor de vestuário feminino e um ano depois de aberta, a loja ganhou uma filial. “Nessa época casei, engravidei da minha filha e os planos mudaram. Decidi me dedicar 100% a minha família e decidi vender as operações”, lembra.

Depois de um período, e com a filha maior, Dy, como é conhecida, decidiu trabalhar junto do marido na empresa familiar. “Para mim empreender é se desafiar diariamente. É como matar um leão por dia (e eu diria que “uns” e não apenas “um”). Mas além disso, é gratificante poder trabalhar com aquilo que se gosta. Tanto que além de coordenar a curadoria das operações do Mercadão, decidi abrir a franquia da gelateria, que é uma marca catarinense e fundada por uma mulher que admiro muito”, destaca.

Ao ser questionada sobre qual conselho daria para quem está pensando em empreender, Dyanine é enfática: “Tenha planejamento e certeza antes de começar. Nunca será fácil. Mas, as dificuldades, em uma balança, devem ser inferiores as suas conquistas pessoais. Assim fazemos tudo valer a pena”, completa.

Virada de chave na carreira

Com formação em Enfermagem, a manezinha Daniela Moreira, que é mãe do Yan, de 23 anos, e do Gabriel, de 10, comanda duas operações de uma franquia de moda fitness em Florianópolis.  “Logo que me casei, mudei de Florianópolis e morei em seis estados diferentes do Brasil. Foi um período de dedicação total para a família e faz uns dois anos que decidi me aventurar no mundo de empreender”, comenta Daniela.

Para Daniela, a ideia de empreender foi algo interno e um caminho na busca pelo autoconhecimento. “Durante o processo de separação, percebi que havia em mim uma necessidade de fazer algo além de cuidar da casa e dos filhos, e foi nessa época que comprei a primeira loja que fica Trindade”, compartilha a empresária que comanda também uma franquia da New Up! no Mercadão de Coqueiros.

O ato de mudar o rumo da vida e de, como a própria Daniela diz, se aventurar no empreendedorismo, tem trazido resultados positivos. “Nesse processo tenho me desenvolvido muito como pessoa, como mãe, como ser humano e como cliente, afinal, tenho me colocado muito no lugar das pessoas que compram na loja e sempre estamos em busca de qualidade e bons preços”, destaca.

Nas operações são oferecidas linhas completas de roupas fitness para mulheres e homens, além de acessórios para a prática de esportes.

Planejamento e parceria

Para Pâmela Melo e Brenda Valdovino, que são mães da Marina, de 5 anos, e sócias da Queens Cell, além de muito estudo e planejamento, é necessária muita perseverança e determinação na hora de empreender. “Não é facil gerir uma empresa, mas a sensação de realização e a satisfação que ela traz compensa tudo”, compartilham as sócias.

As duas trabalharam por muitos anos como vendedoras, e por já estarem habituadas com o público, decidiram abrir o negócio. “Nosso incentivo principal para tomar esta decisão foi a percepção, após pesquisas de mercado, da ampla gama de produtos e serviços que a área de eletrônicos proporciona, além do seu crescimento constante, com as mais diversas e inusitadas criações e atualizações eletrônicas”, destacam as empreendedoras.

Gaúcha e morando há 12 anos em Florianópolis, Pâmela comanda junto da uruguaia Brenda, que vive a cerca de um ano e meio na Capital de SC, a operação que oferece acessórios para celulares, desde capinhas, películas impressas na hora, bem como fones de ouvido, caixas de som, games, entre outros eletrônicos. A Queens Cell conta ainda com assistência técnica especializada em celulares.

“Buscamos oferecer produtos de qualidade e como qualquer empreendimento, queremos sempre a satisfação e confiança do cliente”, completam.

editor.deolhonailha
editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img