fique por dentro de floripa

- Geral - Conheça os números da Pesca Artesanal na Ilha em 2019

11.09.2019

Conheça os números da Pesca Artesanal na Ilha em 2019

11.09.2019
Conheça os números da Pesca Artesanal na Ilha em 2019
Foto: Édio Hélio Ramos /Comunicação CMF

Uma homenagem na Câmara de Vereadores de Florianópolis que premiou as três praias vencedoras da safra de 2019 acabou criando um efeito estatístico bem interessante para quem acompanha uma das grandes tradições da Ilha de Florianópolis, a pesca artesanal da tainha. E os Pescadores da Praia da Lagoinha ficaram duas vezes com o 1º lugar no prêmio "Ixtepô Tainha", no acumulado do resultado da pesca e também na categoria maior "lanço", com 8.550 tainhas capturadas.

A ideia foi do vereador Roberto Katumi, presidente da Câmara. Com muita emoção em seu semblante, Katumi lembrou da sua infância quando aos 14 anos já pescava e por muitas vezes teve que fazer o papel do  pai levantando antes do sol nascer. “Meu pai era pescador de cerco, tradição essa trazida pelo meu avô do Japão e que ajudou muito no progresso da nossa Armação e Pântano do Sul. Muito me honra e me orgulha ser um defensor da classe dos pescadores e não neguei minha raiz. A vida de pescador é vida muito sofrida, onde o clima e o tempo castiga a nossa a gente. E todos os dias eles estão ali para buscar seu sustento. Esse troféu é uma gratidão a todos aqui para manter a tradição da pesca da Tainha,” afirma o presidente da CMF. 

 A primeira colocada na pesca artesanal, a Praia da Lagoinha, conquistou a posição com a captura de 32.050 tainhas. Em segundo, ficou a Praia Brava com 19.700. E em terceiro ficaram os pescadores artesanais da Prainha da Barra da Lagoa, com 13.974 tainhas capturadas.

O presidente da Federação dos pescadores do estado de Santa Catarina, Ivo da Silva destacou em sua fala na tribuna que a pesca da tainha é um patrimônio cultural e um grande potencial de turismo enraizada no coração e no sangue do Florianopolitano. “ Na captura nas redes de praia  de SC foram 1.156 toneladas de pescado, só Florianópolis fez 49% dessa quantidade. É uma pesca diferenciada, folclórica e festiva. O recado que sempre falo para as autoridades do nosso estado é para explorar como turismo, porque as pessoas vem de fora pedir informações das atividades de pesca.  É um potencial que não existe em lugar nenhum! Nossos pescadores são apaixonados e tem prazer de receber as pessoas no rancho, de falar e de mostrar o tipo de pesca,” ressaltou.

 

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Conselho Estadual de Cultura abre consulta pública para Medalha Cruz e Sousa

20.09.2019

Conselho Estadual de Cultura abre consulta pública para Medalha Cruz e Sousa

Mulher que invadiu casa na Capital para salvar cachorro é absolvida pela Justiça de SC

19.09.2019

Mulher que invadiu casa na Capital para salvar cachorro é absolvida pela Justiça de SC

Prêmio Nobel da Paz visita o Instituto Vilson Groh nesta sexta-feira

19.09.2019

Prêmio Nobel da Paz visita o Instituto Vilson Groh nesta sexta-feira

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.