16.9 C
fpolis
sexta-feira, outubro 22, 2021
cinesytem

Consórcio Fênix se manifesta sobre multas recebidas

spot_img

Consórcio Fênix se manifesta sobre multas recebidas

spot_img

 O Consórcio Fênix esteve reunido nesta segunda-feira, 10, para analisar as notificações recebidas ao longo da semana passada. De acordo com o advogado Anderson Nazário, nos primeiros nove dias de operação estavam previstas 58.454 mil viagens determinadas pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana. Destas, 25 foram objetos de notificação – uma multa alegando excesso de passageiros, duas por erro na indicação do nome da linha no visor frontal do veículo e 22 referentes aos horários dos ônibus -, o que representa um percentual de 0,04% de todas as viagens realizadas.

O advogado explica que algumas vezes a conexão entre horários cumpridos pelos mesmos veículos fica prejudicada por situações que fogem ao controle, como congestionamentos, obras, acidentes entre outros veículos e outras situações que sejam impossíveis de se prever. Mas, independente da causa, todos os casos serão analisados semanalmente pelos fiscais do Consórcio e do Município, conjuntamente.

O advogado voltou a reforçar que as mudanças nos horários e itinerários dos ônibus seguem a determinação da Prefeitura. As informações sobre as linhas podem ser obtidas no site www.consorciofenix.com.br.

Entenda o caso 

Desde o dia 1º, quando teve início a operação do Sistema Integrado de Municipal (SIM) em Florianópolis, a Secretaria de Mobilidade Urbana emitiu 25 autos de infração contra o Consórcio Fênix, responsável pela operação do sistema. 

Segundo a assessoria da prefeitura d Florianópolis, o número pode ser considerado elevado para o período, pois o normal seria de cerca de cinco multas. O maior número de autos de infração é por desrespeito ao Art. 71 e diz respeito a atrasos ou adiantamento de horários sem motivo justificado.

“A fiscalização está atuante e agindo em todos os terminais para fazer com que o contrato de concessão seja cumprido e a população seja respeitada”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Valmir Piacentini.

Controle de qualidade

Com a licitação do transporte público foi criado um controle de qualidade para o sistema. Assim, será possível apurar, através de um conjunto de indicadores, o grau de qualidade, permitindo a orientação de ações operacionais e de planejamento para a superação das principais deficiências observadas pela Secretaria de Mobilidade Urbana.

A nova ferramenta possibilita o estímulo da melhora do serviço por parte da concessionária, dessa forma, quando algum indicador for insuficiente, o consórcio será notificado a apresentar um plano de ação para melhoria da qualidade. Neste plano deverão estar indicadas as ações corretivas dos principais problemas identificados.

spot_img
spot_img