23.3 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

De virada Figueirense vence o ASA em Arapiraca e assume a vice liderança

spot_imgspot_img

De virada Figueirense vence o ASA em Arapiraca e assume a vice liderança

spot_img

Depois de percorrer mais de 3.000 km de distância o Figueirense foi a Arapiraca e trouxe três pontos para Florianópolis ao vencer de virada a equipe do ASA na noite desta terça-feira (28) pelo placar de 2×1.

Com mais uma alteração bem sucedida do treinador Márcio Goiano o gol da vitória acabou vindo novamente do banco de reservas. Aos 15 minutos da segunda etapa, o comandante alvinegro promoveu a entrada do jovem atacante Heber que marcou os dois gols da partida, deixando o Figueirense na vice liderança da competição com 45 pontos.

Com a vitória em cima do ASA, o Figueirense que teve o seu 100º gol da temporada marcado pelo atacante Héber, também conquistou seu primeiro resultado positivo fora dos seus domínios no returno e embalou a segunda vitória consecutiva.

O Figueirense que chega a Florianópolis na noite desta quarta-feira (29) volta a campo na sexta-feira (01) para enfrentar mais um adversário direto nesta caminhada rumo a primeira divisão. O confronto será com a Ponte Preta, às 21h no estádio Orlando Scarpelli.

O jogo

O Furacão veio a campo para enfrentar o ASA bastante modificado em todos os setores. Márcio Goiano promoveu a entrada de Roberto Firmino para formar um trio ofensivo com Vinicius Pacheco e Willian, que retornou a equipe após ser expulso na partida com o Náutico. No meio campo, o comandante alvinegro optou por três volantes com Baraka, Túlio e Coutinho. Já na defesa, a novidade foi João na vaga de João Filipe, que vinha atuando como titular.

Mesmo renovado, o Figueirense começou a partida em ritmo mais lento com dificuldades para manter a posse de bola e ser objetivo nas finalizações. O meia Vinicius Pacheco teve a chance de abrir o marcador aos cinco minutos de cabeça e nos minutos seguintes foi um show de tentativas do Figueirense.

Aos 11 minutos foi a vez de Roberto Firmino chutar de longe, obrigando o goleiro Jorge Luiz a fazer grande defesa. Dois minutos depois, o Coutinho arriscou de longe e a bola passou perto do gol adversário.

Mesmo sem organização para marcar a saída de bola do Figueirense o ASA aproveitou a falta de objetividade do alvinegro para crescer na partida, comandado pela dupla Plínio e Luiz Mário, que deram trabalho para zaga alvinegra e exigiram boas defesas do goleiro Wilson.

Na segunda etapa o Figueirense entrou determinado a abrir o marcador e dominou as ações no início da partida. O treinador Márcio Goiano apostou na experiência, tirando Roberto Firmino do meio campo para entrada de Fernandes e logo aos quatro minutos Willian chegou na cara do gol, mas foi interceptado pelo zagueiro do ASA, facilitando a defesa do goleiro.

Quando o Figueirense era melhor foi o ASA que abriu o marcador com Silvestre aos oito minutos. Com tempo e estrela para reagir o treinador Márcio Goiano trouxe do banco de reservas a opção que deu a vitória ao Figueirense.

O atacante Héber que entrou na vaga de Coutinho, subiu para deixar tudo igual no marcador aos 21 minutos de cabeça, e marcar o desejado 100º gol do alvinegro na temporada.

O treinador do Figueirens deu ainda mais velocidade a equipe com a entrada de Bruno no meio campo, na vaga de Vinicius Pacheco, que no seu primeiro lance no jogo foi atingido por Luiz Mário que já tinha amarelo e foi expulso da partida.

Com um jogador a mais o Figueirense teve a chance de virar consumada pelo jovem aracante Héber, que após receber de Baraka tocou para o fundo da rede.

Com vantagem númérica e no marcador o alvinegro ainda teve a chance de ampliar, mas foi o ASA que levou perigo exigindo grande defesa do goleiro Wilson, que evitou o empate nos minutos finais da partida.

spot_img
spot_img