20.3 C
fpolis
sexta-feira, janeiro 28, 2022

Departamento de Administração Prisional do Estado tem novo diretor

Departamento de Administração Prisional do Estado tem novo diretor

spot_img

Foi empossado em cerimônia nesta quinta-feira, 14, em Florianópolis, o novo diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap) da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC), Deiveison Querino Batista. Ele assume o lugar de Edemir Alexandre Camargo Neto, que estava no posto desde fevereiro de 2015 e agora será conduzido para o cargo de diretor administrativo e financeiro da SJC.

 Deiveison Batista ingressou como agente penitenciário em 2007, no presídio regional de Criciúma, e ocupava atualmente a gestão da Penitenciária Sul, também em Criciúma.

A cerimônia, que também promoveu outras mudanças (veja abaixo), contou com a presença da secretária Ada Faraco de Luca e do adjunto Leandro Antônio Soares Lima.

Outras mudanças

O ato realizado nesta quinta-feira também marcou a movimentação em outros postos da SJC. Tatiane de Souza Leandro assume como nova corregedora geral da secretaria, Marcelo Coelho Souza como novo diretor de Inteligência e Informação e Carolini de Campos Vicente de Bona Portão será coordenadora de Integração.

Dentro do Deap, a agende Maira de Aguiar Montegutti foi nomeada nova diretora da Penitenciária Sul, em Criciúma; o agente Felipe Alves Goulart assume como gestor do presídio regional de Criciúma; a agente Bárbara Souza dos Santos como gestora do presídio regional de Araranguá; e Gabriel Airton da Silveira como chefe de gabinete do Departamento de Administração Prisional.

Desde sua criação, em 2011, a secretaria de Estado da Justiça e Cidadania vem adotando um modelo de gestão técnica que envolve administração central, gerências, diretorias, departamentos e unidades prisionais e educativas.

O secretário adjunto Leandro Lima explicou que movimentos como os que estão sendo realizados agora são importantes para promover a sinergia da equipe. “É um ato estratégico e maduro, movimentando internamente pessoas com experiências em diferentes áreas. Esse movimento vai permitir um novo olhar sobre nosso trabalho. Até aqui já consolidamos algumas conquistas, agora é preciso superar essas conquistas”, afirmou.

spot_img
spot_img