24.2 C
fpolis
sexta-feira, outubro 22, 2021
cinesytem

Edição de 20 anos do FAM começa nesta sexta-feira

spot_img

Edição de 20 anos do FAM começa nesta sexta-feira

spot_img

"Boi Neon", de Gabriel Mascaro, é o filme de abertura da edição comemorativa de 20 anos do Florianópolis Audiovisual Mercosul nesta sexta-feira, 17. A primeira sessão da Mostra de Longas Mercosul será às 20h30, depois da cerimônia de abertura, que começa às 20h, no Auditório Garapuvu do Centro de Cultura e Eventos da UFSC. Informações completas sobre a programação no site do Festival. O evento tem programação até 24 de junho.

Participam da abertura o diretor geral do FAM, Antonio Celso dos Santos, Marilha Naccari, diretora de programação do FAM e presidente do Fórum dos Festivais, e Marco Aurélio Ribeiro, presidente da ABD Nacional (Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas).

A exibição de Boi Neon no FAM terá a participação do ator Vinícius de Oliveira, que vive no filme o personagem Júnior, um vaqueiro vaidoso, e foi também o menino de Central do Brasil, de Walter Salles. A produção pernambucana tem como protagonista Iremar (o ator Juliano Cazarré), um vaqueiro que deseja ser estilista e vive em um caminhão percorrendo o semiárido nordestino, junto com Galega (Maeve Jinkings), dançarina e motorista do caminhão, mãe de Cacá (a menina Alyne Santana), e o vaqueiro viciado em pornografia Zé (Carlos Pessoa).

A partir das 19h, já começam as Paralelas, atrações musicais no hall de entrada do Centro de Cultura e Eventos que acontecem todos os dias, a partir das 18h30 e às 20h, no intervalo entre os Curtas Mercosul/Curtas Catarinenses e os Longas. Abre as apresentações a pianista, cantora e compositora Denise de Castro, que com canções autorais, clássicos da MB e canções do seu trabalho De Tom em Tom.

Neste ano, o FAM comemora uma história de protagonismo no fomento da cultura em Santa Catarina e no Mercosul, com o intuito de que cada vez mais pessoas façam parte desta trajetória, com suas próprias histórias, seus olhares curiosos e críticos. “O FAM é um dos raros eventos com duas décadas de existência em continuidade no país. É o festival mais antigo do Estado e o segundo mais antigo do Sul do país”, afirma Antônio Celso dos Santos, coordenador geral do FAM.

Em 2016, foram 544 inscrições e, pela primeira vez, o FAM traz o filme vencedor do Festival Oberá en Cortos para a competição na Mostra de Curtas Mercosul. Um acordo de coperação firmado no ano passado entre o Festival realizado na Argentina e o FAM. Ao todo, 30 produções majoritárias do Brasil, Argentina, Peru, Chile, Uruguai e Colômbia foram selecionadas para as quatro mostras competitivas DOC-FAM, Mostra Curtas Catarinense, Curtas Mercosul e Mostra Infantojuvenil.

O FAM 20 anos tem o patrocínio do Governo do Estado de Santa Catarina – Secretaria de Estado Turismo, Cultura e Esportes e Petrobras, com apoio da Secretaria de Cultura da Universidade Federal de Santa Catarina e realização da Associação Cultural Panvision/ A.C.S.

 

spot_img
spot_img