25.4 C
fpolis
sábado, janeiro 22, 2022
cinesytem

Espetáculo gratuito de dança contemporânea estreia nesta terça-feira em Florianópolis

Espetáculo gratuito de dança contemporânea estreia nesta terça-feira em Florianópolis

spot_img

Recortes da trajetória de Aurora (personagem de Fernando Arrabal), carregados de dramaticidade e surrealismo, são a base do solo de dança contemporânea “AURORA”, do ator e dançarino Egon Seidler. O espetáculo estreia nesta terça-feira,19, às 19h30, em casa anexa a Igrejinha de Pedra, no Rio Tavares, Florianópolis. A entrada é gratuita. 

Diagnosticada esquizofrênica, Aurora foi uma mulher metódica, perfeccionista, extremista e ousada, que tinha como objetivo de vida fazer de sua filha uma menina prodígio que levaria a Espanha a uma nova ordem social. Sua obstinação sem limites fez com que matasse a própria filha quando tinha 18 anos de idade. A obra “A Virgem Vermelha”, na qual a personagem é uma das protagonistas, é baseada em fatos reais.  

A narrativa de “AURORA” compartilha com o público imagens e estados da personagem por meio de uma improvisação estruturada (coleções de movimentos e gestos que se organizam com regras de improviso). A iluminação, figurino e trilha sonora ambientam um espaço lúdico e de possibilidades não cotidianas.

“A história é forte, densa e permeada de sonhos surreais – o que permitiu, na criação do espetáculo, a conexão com obras de Salvador Dalí. Dessa forma, os ambientes do solo são caracterizados pela exposição de elementos – objetos, adereços e corpo – não tradicionais”, explica Egon Seidler, que contou com a cooperação dos núcleos criativos das companhias Ronda Grupo (de dança contemporânea) e Traço Cia. de Teatro na concepção do trabalho.

Depois da estreia do dia 19 de julho, ainda haverá outras cinco apresentações com entrada gratuita: duas no Rio Tavares e três no Museu Histórico de Santa Catarina, sediado no Palácio Cruz e Souza. A montagem foi viabilizada pelo edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura de 2014.

Colaboram na concepção e promoção do espetáculo Ana Pi, Débora de Matos, Diogo G. Andrade, Fê Luz, Greice Miotello, Lena Muniz, Letícia Kapper, Sarah Ferreira e Zilá Muniz. O projeto tem apoio do Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Fundação Catarinense de Cultura, FUNCULTURAL e Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura/2014.

Serviço

O quê: Estreia do espetáculo de dança contemporânea “AURORA”

Quando: 19, 20, 21, 26, 27 e 28/07, sempre às 19h30

Onde: Casa anexa a Igreja de Pedra, Rod. Antônio Luiz Moura Gonzaga, 1525, Rio Tavares (19, 20, 21); Museu Histórico de Santa Catarina, sediado no Palácio Cruz e Souza, Praça XV – Centro (26, 27 e 28)

Quanto: Entrada Gratuita – os ingressos serão distribuídos uma hora antes e os espaços são sujeitos à lotação

Acompanhe Aurora no Facebook: @avi

Ficha técnica

O plano e a ação: Egon Seidler

O dramaturgismo e suas vestes: Zilá Muniz

Os lugares: Ana Pi

As temperaturas: Greice Miotello

Os sons: Fê Luz

Os desenhos: Lena Muniz

As capturas: Diogo G. Andrade

Os filmes: Sarah Ferreira

As notícias: Letícia Kapper

A assistência: Débora de Matos

A indicação: 12 anos

A engenharia: Traço Cia. de Teatro

A colaboração: Museu Histórico de Santa Catarina

O apoio: Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Fundação Catarinense de Cultura, FUNCULTURAL e Edital Elisabete Anderle de Estímulo a Cultura/2014.

spot_img
spot_img