20.5 C
fpolis
terça-feira, dezembro 7, 2021
cinesytem

Estado e comunidades terapêuticas assinam convênio para tratamento de dependentes químicos nesta quarta-feira

spot_imgspot_img

Estado e comunidades terapêuticas assinam convênio para tratamento de dependentes químicos nesta quarta-feira

spot_img

O governador Raimundo Colombo vai assinar, nesta quarta-feira, 22, um contrato com 43 comunidades terapêuticas de Santa Catarina para atender 1.200 pessoas, por meio do projeto Reviver. O programa vai garantir o tratamento a dependentes químicos, sendo 900 vagas para adultos e 300 para adolescentes. Ao todo, o Estado investirá R$ 12 milhões no Reviver. A assinatura do convênio será às 11h, no Centreventos Renato Archer, no sexto andar do prédio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), em Florianópolis. As informações são da Assessoria de Comunicação do Governo do Estado.

Serão contempladas as entidades adequadas à legislação federal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde. Cada instituição poderá obter recursos para o custeio de até 10 vagas. Hoje, existem 110 comunidades em SC, que oferecem cerca de 3 mil vagas. Inicialmente, foram aprovadas 43 instituições, mas outras poderão ser contratadas no decorrer do programa. Entre as ações previstas pelo Reviver, também estão o diagnóstico e o cadastramento de comunidades terapêuticas, capacitação de profissionais destas comunidades, elaboração de protocolos de prevenção, pesquisa de avaliação do cuidado e da reinserção familiar e elaboração de material instrucional.

Para a aplicação do Reviver, foi firmado convênio entre o governo do Estado e a Fapesc, que terá a função de realizar o diagnóstico e o cadastramento das comunidades, capacitar os profissionais e criar protocolos de atenção e projetos terapêuticos com as universidades.

O gerenciamento e o monitoramento da qualidade do atendimento também serão de responsabilidade da Fapesc, por meio de programas de doutorado, mestrado e pesquisa da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Serão disponibilizadas 120 bolsas de estudo para a aplicação do programa.
 

spot_img
spot_img