15.1 C
fpolis
segunda-feira, maio 16, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Estantes do projeto Floripa Letrada continuam sendo abastecidas durante recesso escolar

spot_img

Estantes do projeto Floripa Letrada continuam sendo abastecidas durante recesso escolar

spot_imgspot_img

Só no TICEN são disponibilizados 400 livros diariamente

As aulas para os alunos da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis voltam no dia 14 de fevereiro, mas quem gosta de leitura pode aproveitar o projeto “Floripa Letrada – A palavra em movimento” que continua recebendo livros.

A iniciativa mantém quatro pontos de distribuição de exemplares gratuitamente nos terminais de integração do Centro, Trindade, Rio Tavares e Canasvieiras. Os usuários têm à disposição materiais para serem lidos na espera do transporte coletivo, dentro do ônibus ou durante o trajeto da viagem.

Só em 2011, no Terminal Integrado do Centro foram disponibilizadas 400 obras por dia. O objetivo para 2012, quando a iniciativa completa dois anos, é ampliar o projeto para o Terminal Cidade de Florianópolis, que atende os moradores da região metropolitana da Capital.

“Com o apoio da população, que doa os livros, vamos tornar mais viável o acesso a leitura para quem trafega por aquele terminal também”, ressalta Sidneya Gaspar, Secretaria Adjunta da Educação.

O “Floripa Letrada” é realizado por meio das Secretarias Municipais da Educação e de Transportes, com o apoio da Cotisa e da indústria de móveis Focus.

Como funciona

1. Os leitores podem pegar a obra nos expositores (estantes) de um dos terminais do projeto.

2. Se desejar, o livro ou a revista pode ser levado para ler durante o trajeto da viagem.

3. Outra opção é levar a obra para ler em casa.

4. Após a leitura, é importante devolver o material. A entrega pode ser feita em um dos expositores para que outras pessoas também possam ler.

6. Para aumentar o número de obras, a comunidade pode fazer doações. É só ligar: (48) 3251-6100. Se necessário, o projeto disponibiliza um veículo para pegar o material.

Identificação

Além do carimbo “Floripa Letrada”, as obras do projeto são identificadas pelo selo de Venda Proibida. Essas marcas têm o objetivo de impedir que livros e revistas sejam negociados em sebos. Grande parte de proprietários desses locais também fazem sua parte, comunicando à Secretaria de Educação do município quando alguém tenta comercializar as obras nos estabelecimentos.

spot_img