20.8 C
fpolis
segunda-feira, outubro 25, 2021
cinesytem

Estudante de Filosofia da UFSC é eliminado do Mundial de Aviões de Papel na Áustria

spot_img

Estudante de Filosofia da UFSC é eliminado do Mundial de Aviões de Papel na Áustria

spot_img

90 estudantes de 80 nacionalidades lotaram o Hangar 7, na cidade de Salzburg, na Áustria, para o primeiro dia do Red Bull Paper Wings, maior torneio de aviões de papel do mundo. 69 participantes de todo o mundo disputaram uma das 10 vagas para a final da competição na categoria tempo de voo. O catarinense Roberto Cidral, não se classificou para a final, atingindo a marca 31.8 metros. Um dos dois lançamentos de Roberto rendeu polêmica, com direito a replay no telão, já que houve uma desconfiança de que ele teria pisando na linha e, portanto, anulado o lance. No fim, foi provado que os dois arremessos foram legais, mas não o suficiente para classificá-lo.

O Brasil já venceu duas vezes a competição nessa categoria: em 2006, com o paulista Diniz Nunes, que alcançou a marca de 11,5 segundos e em 2009, com o também paulista Leonard Ang, que fez sua aeronave planar por 11,66 segundos. 

Classificaram-se para a final de amanhã na categoria distância: o turco Selman Aydın, com 57,10 metros, o japonês Youki Kajiya, com 51,05 metros, o búlgaro Veselian Ivanok, o alemão Phillip Gustke, com 49,51 metros, o norte americano Jan Perry, com 48,77 metros, o croata Jovica Kozlica, com 48,20 metros, o atual campeão mundial o checo Tmas Beck, o também norte americanoRyan Jantz, com 46,34 metros, o norueguês Helge Dimmen, com 45,60 e o paquistanês Kamil Fahad, com 44,05 metros.

O Red Bull Paper Wings surgiu em 2006 e está em sua 4a edição (2006, 2009, 2012 e 2015). Este ano são 80 países participantes em mais de 500 seletivas em todo o mundo.

spot_img
spot_img