fique por dentro de floripa

- Economia e Negócios - Exigências do mercado internacional para exportação de alimentos

24.09.2019

Exigências do mercado internacional para exportação de alimentos

24.09.2019
Exigências do mercado internacional para exportação de alimentos
Foto: Samanta de Souza - Divulgação

Artigo por Samanta de Souza Brito, sócia-fundadora da Ativo Soluções em Comércio Exterior, com sede em Florianópolis

A exportação pode ser uma excelente estratégia para ampliar sua empresa e conquistar espaço no cenário internacional, porém, para se inserir nesse mercado é preciso estar de acordo com alguns pré-requisitos e conhecer as regras exigidas pelo país destino. No setor alimentício, questões como fabricação, tributação e concorrência devem ser avaliadas antes de se investir na expansão de um produto.

É preciso adequar as mercadorias aos padrões internacionais. Informações básicas geralmente devem constar na embalagem com o idioma local, para que o consumidor saiba o que está comprando. Além disso, a aplicação de símbolos referentes à fragilidade, resistência à umidade, e do material utilizado para produção do invólucro fazem a diferença na hora de apresentar a mercadoria.

Junto à análise de mercado, a empresa deve escolher qual modalidade é mais adequada ao seu perfil, podendo optar por exportação direta ou indireta. Vale ressaltar que o direcionamento adequado nesta fase pode impactar nos resultados, pois esse processo exige profissionais capacitados para orientar em questões burocráticas e na mediação com o país destino.

Em relação à documentação, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa possui exigências para que a mercadoria possa sair do Brasil, a fim de assegurar o país destino sobre a qualidade e segurança na entrega dos produtos. Entre esses documentos está a “Certidão de Exportação de Alimentos”, que pode ser exigida inclusive para produtos que não necessitam de registro na Anvisa, caso seja solicitado pelo país importador.

Já a Receita Federal do Brasil exige notas fiscais, fatura comercial (INVOICE) e Packing. O cadastro no RADAR também é necessário para realizar a exportação. Essas etapas exigem atenção, pois podem atrasar e até comprometer o processo de expansão do seu negócio. Contar com uma empresa especializada em despacho aduaneiro potencializa o tempo, além de ser um investimento que apresenta segurança e suporte nos procedimentos.

 

Conteúdos relacionados

Ver mais conteúdos

Economista Ricardo Amorim é otimista em palestra realizada em Florianópolis

17.10.2019

Economista Ricardo Amorim é otimista em palestra realizada em Florianópolis

Fampesc defende Simples Nacional sem aumento de impostos em sessão que homenageou micro e pequenas empresas na Câmara Federal

09.10.2019

Fampesc defende Simples Nacional sem aumento de impostos em sessão que homenageou micro e pequenas empresas na Câmara Federal

UFSC assina contrato que vai garantir roaylaties sobre a comercialização de sorvetes da Ypy

02.10.2019

UFSC assina contrato que vai garantir roaylaties sobre a comercialização de sorvetes da Ypy

Saiba mais sobre Florianópolis no deolhonailha.com.br O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.

Anuncie no portal.
Entre em contato.