25.4 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Femic escolhe finalistas da regional de Florianópolis

Femic escolhe finalistas da regional de Florianópolis

spot_img

Na última sexta-feira (9), o corpo de jurados do Festival da Música e da Integração Catarinense anunciou os sete finalistas da regional de Florianópolis. Durante três dias (7, 8 e 9), o Teatro Álvaro de Carvalho foi o palco da disputa de 45 canções que concorreram às vagas das finais.

Na última sexta-feira (9), o Festival da Música e da Integração Catarinense (Femic) anunciou o resultado da etapa de seleção em Florianópolis, onde 45 canções concorreram às sete vagas da final – número que a regional da Capital contou nesta edição. Durante três dias (7, 8 e 9 de outubro), os músicos de Florianópolis, São José, Biguaçu, Santo Amaro do Imperatriz e Palhoça se reuniram no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) a audição das músicas concorrentes. Entre as sete músicas classificadas para disputar a grande final do Femic, destacaram-se diversos ritmos e estilos, como samba, rap e rock. As composições selecionadas foram: “Intro ao Desterro”, de Marcus de Oliveira Costa; “O Sol”, de Chico Martins; “Ciganos”, de Victoria Aftalion; “Perdi meu Samba”, de Jean Carlos Trompete; “Samba nas Veias”, de Amaro Manoel da Costa; “Vida Simples”, de Luana Laus e “Comigo Aqui, Comigo Lá”, de Gustavo Barreto.

Na regional de Florianópolis, foram analisadas mais de 800 composições para que 45 delas disputassem a eliminatória. Na regional de Florianópolis, o corpo de jurados foi formado por grandes nomes da cena musical catarinense como o compositor Guto Seara, o colunista cultural Marquinhos Espíndola, o jornalista e ex-crítico musical da Revista Bizz Fábio Bianchini, a cantora e produtora Cláudia Barbosa e o músico Cássio Moura. No último dia de audição, o músico e idealizador do Femic, Luiz Meira, fez um pocket show do seu novo álbum Te Chamo Felicidade.
O festival recebeu cerca de 2.300 músicas ao todo, recorde em número de inscrições válidas. Músicos de todo o Estado cadastraram as composições inéditas, na busca de ter o talento reconhecido. De agosto até o final de outubro, as etapas seletivas regionais vão mobilizar o público para torcer e conferir a qualidade dos músicos e dos compositores participantes da disputa. Este ano, o Femic tem a sua maior premiação, distribuindo R$ 70 mil aos vencedores. Uma turnê estadual com os finalistas também será um dos grandes diferenciais desta edição. A música vencedora será contemplada com R$ 30 mil, a segunda colocada com R$ 15 mil e a terceira com R$ 3 mil.

Em todo o Estado, pelo menos 36 etapas seletivas serão realizadas nas regiões de abrangência das Secretarias de Desenvolvimento Regional, as SDRs. Até agora, mais de 80 músicas já foram classificadas nas seletivas de Curitibanos, Quilombo, São Lourenço do Oeste, Jaraguá do Sul, Blumenau, Taió, Chapecó, Maravilha, Palmitos, Itapiranga, Braço do Norte, São Miguel do Oeste, Dionísio Cerqueira, Ibirama, Ituporanga, Rio do Sul, Joinville, Xanxerê, Campos Novos, Joaçaba, Concórdia, Seara, Itajaí, Brusque, Araranguá e Tubarão.

Os candidatos com o melhor desempenho durante as classificatórias estarão com a participação garantida nas semifinais. A expectativa dos organizadores do evento é selecionar um bom número de composições. “A qualidade técnica dos compositores e intérpretes melhora a cada ano”, afirma o diretor artístico do Femic, Luiz Meira. Cada participante poderá concorrer com até três canções inéditas, indicando um cantor para emprestar a voz e defender a obra musical.

Sobre o Femic – O Femic faz parte da Semana Cultural de Santa Catarina, projeto que prevê a inclusão cultural e a descentralização do acesso às manifestações artísticas, musicais, literárias e folclóricas. Com apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, com o Funcultural, a iniciativa envolve as 36 secretarias regionais e engloba atividades dos programas que recebem apoio da Secretaria, com fundo de incentivo, como a Maratona do Cinema, Circuito Catarinense de Orquestras, Circuito Catarinense de Teatro, 18O anos da imigração alemã em Santa Catarina, além do Festival da Música e da Integração Catarinense.

Prêmio – A premiação nas fases regionais é de R$ 300 para o primeiro colocado, R$ 200 para o segundo e R$ 100 para o terceiro. Também são premiados com R$ 50 o melhor intérprete, melhor instrumentista e aclamação popular. Nessa fase, todos os participantes recebem troféus. Os músicos que forem classificados das seletivas regionais para as semifinais receberão um prêmio de mais R$ 300. A etapa final do Femic está prevista para março de 2010 e ocorrerá em Florianópolis, com a apresentação dos 24 artistas selecionados, que receberão um prêmio de participação de R$ 1,25 mil. A música vencedora será contemplada com R$ 30 mil, a segunda colocada com R$ 15 mil e a terceira com R$ 3 mil. As categorias de Melhor Intérprete, Melhor Instrumentista e Aclamação Popular, serão premiadas com R$ 3 mil cada. Os doze melhores classificados participarão da gravação de um CD oficial do Festival.

Femic visa incentivar a produção musical no Estado e premiar compositores, músicas inéditas e intérpretes catarinenses.

A organização do Femic prepara ainda um grande diferencial para essa edição. O final do 3º Femic será marcado por uma turnê estadual com os 12 finalistas. O objetivo é percorrer todas as regiões do Estado, com apresentações em todas as cidades sede das etapas regionais do festival, divulgando ainda mais a qualidade do trabalho dos músicos. Assim como nos outros anos, os artistas selecionados participam da gravação do CD oficial do festival.

Confira as músicas finalistas da regional de Florianópolis:

COMPOSITOR – CANÇÃO
JEAN CARLOS TROMPETE – PERDI MEU SAMBA
GUSTAVO BARRETO – COMIGO AQUI, COMIGO LÁ
AMARO MANOEL DA COSTA – SAMBA NAS VEIAS
VICTORIA AFTALION – CIGANOS
LUANA LAUS – VIDA SIMPLES
MARCUS DE OLIVEIRA COSTA – INTRO AO DESTERRO
CHICO MARTINS – O SOL

Mais informações: www.femic.com.br e contato@femic.com.br

spot_img
spot_img