25.2 C
fpolis
sábado, janeiro 22, 2022
cinesytem

Filho de Bob Marley faz show em Florianópolis neste domingo

Filho de Bob Marley faz show em Florianópolis neste domingo

spot_img

Ky-mani Marley em Florianópolis para fazer show Tributo ao seu pai, na Life Club.

Depois de passar por Brasília e Rio de Janeiro, Ky-mani Marley chega em Florianópolis com o show Tributo a Bob Marley, dia 1º de novembro, na Life Club, na SC – 401. Os portões serão abertos às 22h e o primeiro lote de ingresso estão sendo vendidos a R$ 25,00 a pista (Loja Sul Nativo, Von Dutch Floripa Shopping, Roots Records ARS Centro, Academia Itaguaçu Fitness, Pink Lou Shopping Ideal e Jaqueline Calçados) e R$ 60,00 a área vip (estes apenas nas Lojas Sul Nativo). Pela internet você pode comprar os ingressos pelos sites: www.nosvamos.com.br , www.blueticket.com.br , vale1convite.com.br e ingressocerto.com.br . A abertura do show ficará por conta das bandas Humani, Missiva, ambas de Florianópolis, e do Dj Leo (Oculto).

Viajante aventureiro é o que Ky-mani é. Esse é o significado do seu nome. O segundo filho mais novo de Bob Marley, e único com a campeã caribenha de tênis de mesa Anita Belnavis, Ky-mani (anteriormente grafado Kymani) nasceu na Jamaica em 1976 e deixou-a em algum momento entre 1984 e 1985. Criado com sua mãe na urbanidade de Miami, passava os verões com Rita e Bob. Toda a amalgama cultural que permeou sua vida funde-se agora na sonoridade do seu trabalho. Kymani é contemporâneo. Misturando o reggae jamaicano com o hip hop, explora com bastante familiaridade a força dos sintetizadores.

Foi em 1997, quando colaborou com o rapper “Praz” Michel, então integrante do Fugees, na versão de “Electric Avenue” de Eddie Grant, que despertou para a música. Mas Ky-mani já contava com currículo próprio, inevitável que era, a vivência musical na família Marley. Em 1996 havia participado nos álbuns de Damian “Jr. Gong” Marley, e Julian Marley, o “Mr Marley”, e também no projeto “Lion in the Morning” da Uprising.

Em 1998, um ano antes de lançar “Like father, like son”, releitura de músicas do pai, e “The Journey”, seu primeiro disco com canções próprias, Kymani chegou às “cem mais” e ganhou disco de ouro com o single “ Gotta Be…Moving’On Up” (de Prince Be featuring Ky-mani). Seu terceiro álbum “Many More Roads”, de 2001, foi nomeado para o Grammy. Com esse trabalho o reggae raiz vai ampliando-se, até encontrar o swing com a batida seca do rap. “Milestone” veio em 2004 e nele está a música “Dear Dad”, onde, segundo o artista, exprime todo o seu sentimento em relação ao seu pai, tornando o single insuperável por qualquer uma de suas outras músicas. Seu último álbum, “Radio”, saiu em 2007 e escancara toda a força do hip hop na musicalidade de Ky-mani.

O que guarda o show é essa junção de estilos, delineada no trabalho de Ky-mani Marley. A transformação de suas raízes musicais em algo totalmente original e ao mesmo tempo nostálgica.

spot_img
spot_img