21.4 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Fim da Operação Verão: coleta de lixo volta a ser alternada nos balneários

Fim da Operação Verão: coleta de lixo volta a ser alternada nos balneários

spot_img

Dia 13, sábado, a coleta de lixo volta a ser alternada, três vezes por semana, nos balneários da Ilha de SC. Neste domingo, dia 7, já não haverá roteiro especial de coleta nas praias.

A Companhia Melhoramentos da Capital (Comcap) informa que no dia 13, sábado, finaliza a Operação Verão 2009/10, de modo que a coleta de resíduos sólidos volta a ser feita alternadamente, três vezes por semana, nos balneários do Norte, Leste e Sul da Ilha de Santa Catarina, onde vinha sendo feita diariamente desde dezembro. Neste domingo, dia 7, contudo, já não será mais feito o recolhimento de resíduos domiciliares nas praias. Os usuários devem armazenar os resíduos até a segunda-feira.

De acordo com o gerente do Departamento de Coleta de Resíduos Sólidos, Paulo Pinho, durante o Verão 2010, a produção de resíduos sólidos convencionais (lixo misturado) aumentou 3,8% em relação ao período anterior e a coleta seletiva (materiais recicláveis) 175%. Entre os meses de dezembro de 2009 e fevereiro de 2010 foram recolhidas, portanto, 43 mil toneladas de lixo e 2 mil toneladas de materiais recicláveis em Florianópolis. O percentual da coleta seletiva em relação ao lixo misturado ficou em 4,6%, mais do que dobrando em relação ao verão anterior, quando correspondia a apenas 1,7% do total.

“Temos feito esforços para que moradores e turistas em Florianópolis produzam cada vez menos lixo, diminuindo o impacto ambiental dos resíduos e aumentando as oportunidades de renda com a reciclagem. Alcançamos uma boa marca neste Verão: se levarmos em conta mil toneladas que deixam de ser aterradas correspondem a R$ 1 milhão/ano em economia para o município tivemos aí uma redução importante de custos públicos e um significativo ganho social”, avalia o presidente da Comcap, Ronaldo Freire.

Na variação entre a produção de resíduos sólidos entre a baixa e a alta temporada, a média de aumento tem caído ao longo dos últimos anos, situando-se hoje em torno de 20%. De acordo com o diretor de Operações da Comcap, Wilson Cancian Lopes, está relacionada provavelmente à diminuição da sazonalidade do fluxo turístico entre verão e inverno e, principalmente, ao aumento da população residente na Capital.

Para dar conta da coleta de lixo durante o período, a Comcap operou com 300 garis, 70 dos quais contratados temporariamente.

Como fica a coleta agora

“O usuário deve prestar atenção agora que a coleta deixa de ser diária para evitar que o lixo fique exposto de um dia para o outro”, observa o gerente do Departamento de Coleta de Resíduos Sólidos, Paulo Pinho. Além dos três dias de coleta convencional, nos balneários onde a coleta deixa de ser diária, também há a coleta seletiva semanal (veja quadro).

Sambaqui e Santo Antônio de Lisboa

2ª, 4ª e 6ª, 14h

5ª, 8h

Rendeiras, Joaquina, Barra da Lagoa e Fortaleza

2ª, 4ª e 6ª, 7h

5ª, 8h

Cidade da Barra

2ª, 4ª e 6ª, 7h

5ª, 13h

Lagoa da Conceição

2ª, 4ª e 6ª, 7h

3ª, 8h

Canto da Lagoa

3ª, 5ª e sábado, 7h

2ª, 8h

Canasvieiras

2ª, 4ª e 6ª, 7h

5ª, 13h

Cachoeira do Bom Jesus, Lagoinha, Ponta das Canas e Praia Brava

2ª, 4ª e 6ª, 7h

3ª, 13h

Daniela e Jurerê Internacional

3ª, 5ª e sábado, 7h

2ª, 13h

Jurerê Tradicional

3ª, 5ª e sábado, 7h

4ª, 13h

Praia do Forte

3ª, 5ª e sábado, 7h

Ingleses (SC-403, Rua das Gaivotas)

3ª, 5ª e sábado, 7h

4ª, 8h

Santinho e Ingleses (Rua Dom João Becker)

2ª, 4ª e 6ª, 7h

5ª, 8h

Campeche Sul

3ª, 5ª e sábado, 7h

6ª, 8h

Campeche Norte

3ª, 5ª e sábado, 7h

6ª, 13h

Morro das Pedras e Armação

2ª, 4ª e 6ª, 7h

5ª, 13h

Pântano do Sul, Açores e Solidão

2ª, 4ª e 6ª

5ª, 8h

Limpeza Pública durante o Verão

Entre dezembro e fevereiro, foram recolhidas pelas equipes do Departamento de Limpeza Pública 4,8 mil toneladas de resíduos provenientes de áreas públicas, principalmente resultado da limpeza das praias da Capital. Foram utilizados 173 mil sacos de lixo de 100 litros e 10,7 mil sacos de 50 litros.

Para manter a limpeza diária da orla e das ruas dos balneários, a Comcap operou com 160 auxiliares contratados temporariamente o que resultou num contingente de 710 pessoas.

De acordo com o gerente do Departamento de Limpeza Pública, José Vilson Souza, surpreendentemente, a maior movimentação na limpeza de ruas este ano ocorreu no Carnaval e não no Réveillon. Especialmente pela popularização da festa, com bailes públicos na maior parte dos balneários.

spot_img
spot_img