25.9 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 27, 2022
cinesytem

Final histórica na Joaquina fecha o ano da ASJ

Final histórica na Joaquina fecha o ano da ASJ

spot_img

A terceira etapa do Circuito ASJ encerrou nesse último final de semana a temporada 2021 do surf catarinense em grande estilo na Joaquina. A competição foi marcada por ondas excelentes, baterias eletrizantes e viradas sensacionais nos últimos instantes, com direito a nota 10 na final Open.

O MB Boardshop apresenta Circuito Silverbay Kids and Kings ASJ 2021 valeu 6.000 pontos para o ranking Fecasurf Amador e 2.000 pontos para o circuito ASJ, um dos mais fortes do país. Para muitos foi a última oportunidade de conquistarem os títulos de suas categorias ou subirem no ranking estadual e local.

Essa última etapa coroou todo trabalho realizado durante todo o ano pela diretoria da Associação de Surf da Joaquina, que hoje é referencia quando o assunto é profissionalismo e seriedade relacionados ao surf e aos atletas.

O termo “Ixtepô” nomina uma pessoa engraçada, atrapalhada, e faz parte de um dialeto local falado pelos Manézinhos da Ilha, que tem sua origem vinda dos açorianos que colonizaram a região nos séculos XVII e XVIII.

O Projeto Ixtepô do Surf foi criado no segundo semestre de 2021, numa parceria entre a Prefeitura de Florianópolis, SECULT (Secretaria de Cultura e Esporte) e a ASJ (Associação de Surf de Florianópolis). O objetivo é ensinar o surf aos alunos do ensino público das comunidades carentes da cidade, com aulas que acontecem duas vezes por semana, nos turnos da manhã e da tarde.

Crianças de várias comunidades que participam do projeto estiveram sábado na Joaquina, e pela primeira vez na vida participaram de um campeonato de surf. A ASJ criou exclusivamente a categoria Comunidades para os alunos do projeto, que se divertiram na cama elástica, comeram, andaram de jet-ski com a equipe do Cabrera Náutica e disputaram duas baterias no evento, onde o resultado era o que menos importava.

No final eles ganharam pranchas de surf através de doações arrecadadas pela ASJ, camisas do evento, parafinas e alimentos que também foram doados pelos atletas nas inscrições das etapas realizadas pela Associação de Surf da Joaquina neste ano.

“É gratificante ver o sorriso deles em participarem do campeonato e ganharem suas pranchas, brindes e alimentos. Para a maioria dessas crianças, foi a primeira vez que estiveram em um campeonato de surf. Foi uma forma que encontramos de motivar ainda mais essa garotada e continuarem surfando e quem sabe mais pra frente estarem aqui competindo ” declarou Cristiano Melo, presidente da ASJ.

                                Títulos 2021 definidos na Joaca.

Mais uma vez a praia da Joaquina mostrou o porquê é considerada um dos grandes palcos do surf brasileiro. Foram dois dias com ondas de qualidade, principalmente no domingo, quando as séries chegaram a mais de 1 metro com excelente formação.

Foram realizadas três etapas em 2021, atraindo surfistas de várias partes do país em campeonatos muito bem organizados com excelente premiação e nível técnico. Nessa última etapa foram disputadas 14 categorias, pois a ASJ subdividiu a Adaptados em Masculino, Feminino e Deficientes Visuais, além das baterias de apresentação do Projeto Ixtepô do Surf.

Os primeiros campeões da etapa foram definidos no sábado nublado e de boas condições, com as vitórias de Gustavo Frutuoso na Misto Sub-8 (categoria que estreou no circuito ASJ nesse ano), Cauã Demski na Misto Sub-10 e Kyara Antunes na Feminino Sub-12.

No domingo de sol forte, altas ondas e praia lotada, foi a vez da conclusão das demais categorias, com as vitórias de Ronaldo Silveira na Master, Mateus Vanderling (Local), Yuri Gabryel (Sub-12), Gabriel Ogasahara (Sub-14), Yasmin Dias (Feminino Open), Luciano Nem (Adaptado Masc.), Vitória Diehl(Adaptado Fem.) e Derek Rabelo(Deficientes Visuais).

Caetano Silveira foi um dos destaques da etapa, participando de três finais e vencendo duas. Na categoria Sub-16 o título veio de bandeja, quando o então líder da disputa Gabriel Ogasahara cometeu uma interferência no último minuto, e caindo para a segunda colocação.

Na decisão da Sub-18 Caetano estava conectado com a Joaquina e dominou a maior parte dos 20 minutos de bateria. Faltando cerca de 1 minuto pro término, o surfista Leonardo Bruno (aniversariante do dia) estava na quarta colocação e precisava de 10 pontos para ser campeão.

Ele achou uma excelente esquerda e aplicou três manobras fortes e combinadas, com uma batida de saída, seguida de uma rasgada e finalizando com outra batida (dessa vez na junção) para arrancar 9.17 pontos e bater na trave.

                    Final da Open entra pra história na Joaca!

O melhor do campeonato (e quem sabe de todo circuito catarinense) ficou guardado para a última bateria da temporada 2021 do 𝗠𝗕 Boardshop 𝗮𝗽𝗿𝗲𝘀𝗲𝗻𝘁𝗮 Circuito 𝗦𝗜𝗟𝗩𝗘𝗥𝗕𝗔𝗬 𝗞𝗜𝗗𝗦 𝗔𝗡𝗗 𝗞𝗜𝗡𝗚𝗦 𝗔𝗦𝗝, com a antológical final da categoria Open.

O confronto que encerrou o ano foi um verdadeiro show de surf na praia da Joaquina, reunindo quatro excelentes surfistas: do Campeche Ramiro Rubim, Eloin Travisani(Itajaí), Guilherme Santos(Barra da Lagoa) e Takeshi Oyama (praia do Moçambique).

Nos últimos 20 minutos de bateria dessa temporada, Ramiro assumiu a liderança na primeira metade do confronto, colocando notas acima de 8 pontos no somatório, deixando seus oponentes em uma combinação de notas, exceto Guilherme Santos, que precisava de uma onda acima de 9 pontos.

Uma missão quase impossível, mas nem tanto. Faltando pouco mais de 1 minuto, quando tudo parecia definido a favor de Ramiro Rubim, Guilherme Santos foi para o tudo ou nada em uma direita de bom tamanho e executou um aéreo reverse com rotação completa, e conclusão perfeita na base.

NOTA 10 unanime dos juízes e uma virada espetacular que lhe rendeu o título da etapa e colocou essa bateria no panteão do surf catarinense, como uma das melhores disputas do Circuito FECASURF amador e da ASJ de todos os tempos.
“Sabia que estava precisando de uma nota muito alta pra virar a bateria eu tinha que ir pro tudo ou nada. Quando veio a direita, pensei: “tem que ser agora! É minha última chance!”. Quando a onda armou e veio a junção, fui pro aéreo com rotação perfeita e bem alto. Estou muito feliz, pois foi minha primeira nota 10 nas competições” revelou Guilherme Santos, campeão Open da última etapa do ano do Circuito ASJ 2021.

                                      Premiação da etapa.

A premiação dessa última etapa e do circuito ASJ 2021 aconteceram em seguida no Hawaii Joaquina, novo beach bar localizado próximo ao costão da praia. Foram entregues três pranchas produzidas pelo KXO Surfboards, Hot Glass e Graja Surfboards, cinco blocos fornecidos pela Fiberglass, roupas de borrachas da marca Neokai, e troféus e kits recheados com roupas e acessórios oferecidos pelos patrocinadores e apoiadores do circuito.

A On Canvas Tattoo Studio, localizada na Lagoa da Conceição, em Florianópolis(SC) também premiou os campeões e vices das categorias Open e Local com crédito em tatuagens de R$1.000,00 (mil reais) e R$700,00 (setecentos reais).

A Associação de Surf da Joaquina encerrou mais uma temporada seu calendário de competições com sucesso, e agradece a todos os patrocinadores e apoiadores do circuito por confiarem no trabalho realizado. Também agradece a todos os atletas que vieram de outras cidades e estados para prestigiar os eventos na tradicional praia da Joaquina.

Confira os resultados dessa etapa e os campeões do Circuito MB apresenta Silverbay Kids and Kings 2021.

MB apresenta Circuito Silverbay Kids and Kings ASJ 2021
Apresentação:
MB Boardshop
Patrocínio:
Silverbay, Prefeitura Municipal de Florianópolis, Ed Pereira, Secretaria de Cultura e Esporte de Florianópolis, Fiberglass, KXO Shaper, Graja Surfboards, Hot Glass Surfboards, Suntech, Cabrera Náutica Hawaii Joaquina e On Canvas Tattoo Studio.
Apoio:
Tikehau Surfshop, Reefifi Surfshop, Joaquina Surfshop, Surfland Brasil, Neokai Wetsuits, Cris Hotel, Banana Wax, South to South, Restaurante Pedra Careca, Atôa na Jôa Restaurante, Prime.Press07 Assessoria & Comunicação, Curvão Comunicação Visual e Mercado e Panificadora Correia.
Realização:
Associação de Surf da Joaquina (ASJ)
Realização: ASJ – Associação de Surf da Joaquina

Supervisão: Fecasurf

Resultado
Open
1º- GUILHERME SANTOS
2º- Ramiro Rubim
3º- Takeshi Oyama
4º- Eloin Travisani

Masculino Sub-18
1º- CAETANO SILVEIRA
2º- Murilo Brandt
3º- Leonardo Bruno
4º- Cristiano da Luz

Masculino Sub-16
1º- CAETANO SILVEIRA
2º- Gabriel Ogasahara
3º- Takeshi Oyama
4º- Esdras Morais

Masculino Sub-14
1º- GABRIEL OGASAHARA
2º- Yuri Gabryel
3º- Henrique Venceslau
4º- Santiago Valenzano

Masculino Sub-12
1º- YURI GABRYEL
2º- Cauã Demski
3º- Michel Demétrio
4º- Enrico Malhado

Misto Sub-10
1º- CAUÃ DEMSKI
2º- Luca Messenger
3º- Davi Schmitz
4º- Matheus Zilio

Misto Sub-8
1º- CAUÃ DEMSKI
2º- Luca Messenger
3º- Davi Schmitz
4º- Matheus Zilio

Master
1º- RONALDO SILVEIRA
2º- Álvaro Bacana
3º- Jussemir Junior
4º- Adriano Lemos

Feminino Open
1ª- YASMIN DIAS
2ª- Victória Valenzano
3ª- Nalu Demski

Feminino SUB-12
1ª- KYARA ANTUNES
2ª- Kaylane Antunes
3ª- Luiza Rosa Teixeira
4ª- Nalu Demski

Local
1º- MATEUS VANDERLING
2º- André Costa
3º- Caetano Silveira
4º- Stewson Crippa

Surf Adaptado Masculino
1º- LUCIANO NEM
2º- Fidel Teixeira
3º- Tiago Oliveira
4º- Vinicius Vieira
5º-Rafael Teixeira

Surf Adaptado – Deficientes Visuais
1º- DEREK RABELO
2º- Jackson
3º- Mauri

Surf Adaptado Feminino
1ª- VITÓRIA DIEHL
2ª- Alana

Ranking final – MB Boardshop apresenta Circuito Silverbay Kids and Kings ASJ 2021 após três etapas:

OPEN
1°- RONALDO SILVEIRA 4.680 pts
2°- Ramiro Rubim 4.390pts
3°- Guilherme Santos 3.530 pts.
4°- João Godoy 2.586 pts.

Sub-18
1°- CRISTIANO DA LUZ 3.266 pts
2°- Yuri Barros 3.110 pts
2°- Noah Machado 3.110 pts.
4°- Luiz Mendes 2.830 pts.

SUB-16
1°- ESDRAS MORAIS 4.400 pts
2°- Gabriel Ogasahara 4.160 pts
3°- Caetano Silveira 3.976 pts.
4°- Noah Machado 3.460 pts.

SUB-14
1°- GABRIEL OGASAHARA 5.720 pts
2°- Yuri Gabryel 5.180 pts
3°- Henrique Venceslau 4.020 pts.
4°- Kaue Carmona 3.330 pts.

SUB-12
1°- CAUÃ DEMSKI 4.720 pts
2°- Michel Demétrio 4.030 pts.
3°- Enrico Malhado 3.900 pts.
4º- Yuri Gabriel 3.720 pts.

SUB-10 MISTO
1º- CAUÃ DEMSKI 6.000 pts
2°- Luca Messenger 3.440 pts
3°- Matheus Zilio 2.560 pts.
4°- Davi Scmitz 2.360 pts.

SUB- 8 MISTO
1°- GUSTAVO FRUTUOSO 5.440 pts
2°- Guilherme Goularts 4.800 pts
3°- Bernardo Toscani 4.440 pts.
4°- Rafael Acom 3.780 pts.

MASTER
1°- RONALDO SILVEIRA 4.886 pts
2°- Jussemir Junior 4.460 pts
2°- Álvaro Bacana 3.440 pts.
4°- Adriano Lemos 3.340 pts.

LOCAL ASJ
1°- PEDRO S. MERGNER 4.166 pts
2°- André Costa 4.050 pts
3°- Mateus Vanderling 3.340 pts.
4°- Emerílson Emerim 2.680 pts.

OPEN FEMININO
1°- YASMIN DIAS 3.110 pts.
2°- Potira Castaman 3.060 pts.
3°- Kiany Hyakutake 2.680 pts.
4°- Maya Carpinelli 2.000 pts.
4°- Laura Raupp 2.000 pts

SUB-12 FEMININO
1°- NALU DEMSKI 4.520 pts
2°- Kaylane Antunes 3.720 pts
3°- Kyara Antunes 3.340 pts.
4°- Victória Valenzano 2.940 pts
SURF ADAPTADO
1°- LUCIANO NEM 6.000 pts
2°- Fidel Teixeira 5.160 pts
3°- Jackson 4.520 pts.
4°- Victória Diehl 4.320 pts.

DEFICIENTES VISUAIS
1°- DEREK RABELO 2.000 pts
2°- Adriano Alves 1.720 pts
3°- Jackson 1.460 pts.

ADAPTADO FEMININO
1ª- VITÓRIA DIEHL
2ª- Alana

Foto: O aéreo nota 10 de Guilherme Santos no último minuto da final Open, que lhe rendeu a vitória. Foto: Léo Leão

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img