25.2 C
fpolis
terça-feira, outubro 26, 2021
cinesytem

Prefeitura vai recorrer ao Ministério Público para garantir estoque da vacina contra a tuberculose

spot_img

Prefeitura vai recorrer ao Ministério Público para garantir estoque da vacina contra a tuberculose

spot_img

A Secretaria de Saúde de Florianópolis irá notificar ao Ministério Público de Santa Catarina o desabastecimento da vacina BCG, responsável pela proteção contra formas graves de tuberculose em crianças. Desde o início deste ano, o Ministério da Saúde vem informando problemas na produção desta vacina, o que tem provocado o desfalque dos estados e municípios em todo o país. Nesta semana, mais uma vez, o estoque terminou em Florianópolis.

No ofício que será entregue nesta segunda-feira, 18, à promotora Sônia Maria Demeda Groisman Piardi, o secretário Daniel Moutinho Junior solicita apoio ao Ministério Público para que atue junto aos órgãos competentes para garantir às crianças de Florianópolis o direito básico de vacinação.

Florianópolis aplica BCG em quase 10 mil crianças/ano, entre a vacinação nas maternidades e nas unidades de referência do município. Com este desabastecimento, desde fevereiro o município ficou com estoque crítico da vacina, e precisou priorizar a vacinação nas maternidades.

No mês de março, a capital ficou com estoque mínimo ou zerado por mais de 20 dias, o que resultou que quase 680 crianças deixaram de ser vacinadas no período. Destas, aproximadamente 350 são moradoras da Capital.

A Enquanto a situação não volta ao normal, é importante que as mães procurem uma das unidades de referência do município para cadastrarem os recém-nascidos. Assim que os estoques foram regularizados pelo Ministério da Saúde o município fará a busca ativa dos pacientes para que seja feita a imunização.

spot_img
spot_img