14.5 C
fpolis
quarta-feira, outubro 20, 2021
cinesytem

Florianópolis recebe festival internacional de cinema socioambiental a partir de sexta-feira

spot_img

Florianópolis recebe festival internacional de cinema socioambiental a partir de sexta-feira

spot_img

 Começa nesta sexta-feira, 14, em Florianópolis, a primeira edição do Festival Internacional de Cinema Socioambiental Planeta.Doc, viabilizado pelo Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultural), do Governo do Estado. Com o tema “Mude o seu Olhar. Descubra a Terra”, o evento, que segue até 21 de novembro, visa discutir as temáticas ambiental e social do mundo contemporâneo por meio do cinema.

As mostras serão realizadas no Centro Integrado de Cultura (CIC), na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e no Parque Sapiens, todos apoiadores do festival.

A programação conta com cinco mostras cinematográficas envolvendo cerca de 73 filmes nacionais e internacionais, muitos deles premiados, que tratam de assuntos ligados à sustentabilidade, meio ambiente e responsabilidade social. Estão previstas também exposições fotográficas, peças teatrais, palestras e debates.

Sobe as mostras

Mostra Planeta.Doc – Exibirá cerca de 30 filmes, entre nacionais e internacionais, que trarão reflexões importantes sobre a problemática ambiental e social no mundo contemporâneo. O objetivo desta mostra é revelar algumas das questões cruciais que estão envolvidas na produção de energia e de alimentos, entre outros assuntos relacionados ao uso das águas e dos solos, radioatividade, emissões de carbono, destinação do lixo, poluição da água, entre outros temas de relevância.

Mostra Diretores – Trará produções de alguns dos mais importantes cineastas brasileiros: Beto Brant, Sylvio Back, Jorge Furtado, Toni Venturi e Sylvio Tendler, além de uma retrospectiva do peruano Javier Corcuera. Ele participará com o aclamado filme Sigo Siendo, vencedor do Prêmio do Júri de Melhor Documentário do 17 Festival de Lima, em 2013; vencedor no 1 Festival de Cinema Ventana Andina (Argentina) e escolhido como melhor documentário no Festival Internacional de Cinema de Caracas 2014. Destacam-se ainda nesta mostra os filmes Lost Zweig, de Sylvio Back; Eu receberia as Piores Notícias dos seus lindos Lábios, de Beto Brant, estrelado por Camila Pitanga; Cabra Cega, de Toni Venturi. A Mostra Diretores conta ainda com os catarinenses Zeca Pires (A Antropóloga) e Zé Rafael (Seu Chico).

Mostra Grifa – É composta por filmes da produtora Grifa, que tem levado as paisagens nacionais às principais televisões do mundo. Amazônia Desconhecida (de Daniel Augusto e Eduardo Rajabally) e Expedição Longs Dorf (de Maurício Dias) são filmes que mostram a riqueza e diversidade ambiental do Brasil. Quem se Importa, de Mara Mourão, abre o festival no dia 14 na UDESC, trazendo as melhores experiências de empreendedores sociais do mundo. A produção venceu o Prêmio do Júri Popular de Melhor Documentário no Washington DC International Film Festival 2013; Melhor Longa Documentário no DOCMiami International Film Festival 2012 e – International Film Festival for Environment, Health, and Culture 2013 – Indonesia.

Mostra FICA (Festival Internacional de Cinema de Goiás) – Trará os filmes vencedores da edição de 2014 e outros de destaque, num total de 10 filmes. O filme mais esperado é O Menino e o Mundo, eleito melhor longa-metragem em 2014. A produção coleciona ao todo 25 prêmios no Brasil e em várias partes do mundo. Foi escolhido melhor filme em festivais na França, Uruguai, Bulgária, Portugal, República Theca, Argentina, Coreia do Sul, Alemanha, Havana e Xangai.

CineEco – Um dos mais antigos festivais do gênero na Europa, que trará quatro filmes que participaram e foram destaque da última edição do festival, ocorrida em outubro, em Portugal.

O Planeta.DOC conta com o apoio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), empresas juniores de Cinema (Café e Fita Crepe), de Engenharia Sanitária e Ambiental (Ejesam) e Ciências Biológicas (Simbiosis) – todas da UFSC; Fundação Certi – Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras, Parque Sapiens, Unisul Virtual e Projeto Malharia Social (visa profissionalização para as internas do Presídio Feminino de Florianópolis).

Concurso de vídeo

O Planeta.Doc também está promovendo o concurso audiovisual Meu Mundo Mais Vivo, direcionado a estudantes de ensino fundamental, médio e universitário de Santa Catarina. O objetivo é fomentar a reflexão de crianças, adolescentes e jovens sobre a destruição da natureza e revelar ações que vêm contribuindo para a sua preservação.

Os filmes devem ter até um minuto e podem ser gravados com qualquer dispositivo eletrônico. As inscrições estão abertas até o dia 21 de novembro e podem ser feitas na sessão Meu Mundo Mais Vivo do site do festival (www.planetadoc.com).
Os vencedores receberão prêmios em dinheiro (R$ 5 mil cada categoria), sendo que o autor do vídeo na categoria universitária ganhará um troféu produzido pelo artista plástico Silvino Barão Goulart.

Exibições em escolas e universidades 

O projeto também promoverá até o final do ano a exibição de filmes socioambientais em instituições de ensino, possibilitando aos estudantes o acesso à problemática mundial do meio ambiente. As primeiras ações foram na UFSC e no Colégio de Aplicação, também na universidade federal.

Realizada em parceria com a Aequo Sustentabilidade, a ação disponibilizará gratuitamente aos professores filmes, documentários e animações que contribuam para a educação de crianças e jovens.

Os filmes apresentados nas escolas discutirão questões como: radioatividade, emissões de carbono, destinação do lixo, poluição da água, entre outros temas de relevância.

spot_img
spot_img