20.7 C
fpolis
sexta-feira, dezembro 3, 2021
cinesytem

Florianópolis recebe entre 18 e 23 de maio Maresia Surf International WQS

spot_imgspot_img

Florianópolis recebe entre 18 e 23 de maio Maresia Surf International WQS

spot_img

A edição 2010 do Maresia Surf International WQS marca a sétima vez que a etapa “seis estrelas” da divisão de acesso do Circuito Mundial da Association of Surfing Professionals (ASP) é realizada em Santa Catarina. A competição deste ano, que contará com a presença de alguns dos melhores surfistas do mundo, será realizada entre 18 e 23 de maio, na paradisíaca praia Mole, em Florianópolis.

A primeira edição do Maresia Surf International realizada nos mares de Santa Catarina foi em 1998, na praia Mole, e o vencedor foi o australiano Jake Paterson. O mesmo local recebeu a etapa em 1999 e em 2000, sendo que os campeões foram, respectivamente, o catarinense Neco Padaratz e Trent Munro, da Austrália.

Nos anos de 2007 e 2008, as disputas ocorreram na praia Brava, no município de Itajaí e a primeira colocação acabou, pela ordem, com o paulista Adriano de Souza e com o paraibano Jano Belo. O ano de 2009 marcou o retorno do Maresia Surf International para a praia a Mole, na Capital catarinense. Destaque para o paulista Gabriel Medina, que, então com 15 anos, se tornou o mais jovem surfista a vencer um evento organizado pela ASP em todo o mundo.

Segundo a ASP Southamerica, braço da ASP na América do Sul, todas as 144 vagas abertas serão preenchidas. Entre os pré-inscritos, estão surfistas de 16 “países”: Brasil, Estados Unidos, África do Sul, Austrália, País Basco, Havaí, França, Uruguai, Grã-Bretanha, Chile, Nova Zelândia, Ilhas Reunião, Peru, Argentina, Indonésia e Trinidad & Tobago.

Vale lembrar que o Havaí, apesar de ser um estado norte-americano, é considerado um “país” pela ASP. O mesmo vale para as Ilhas Reunião, protetorado francês no oceano Índico e também para os atletas do País Basco, que fica na Espanha. O Maresia Surf International WQS 2010, por ter sido classificado “seis estrelas” pela ASP, distribuirá um total de US$ 145 mil (cerca de R$ 251 mil) de premiação, além de três mil pontos no ranking do WQS para o vencedor.

O Maresia Surf International 2010 tem o patrocínio da marca de moda surfe genuinamente brasileira Maresia, do Governo do Estado de Santa Catarina e da Fundesporte – Secretaria do Estado de Turismo, Cultura e Esporte. A realização é da Prefeitura Municipal de Florianópolis, da Fundação Municipal de Esportes, da Federação Catarinense de Surf, da Associação de Surf da Praia Mole e do Salva Surf Brasil.

spot_img
spot_img