23.1 C
fpolis
terça-feira, novembro 30, 2021
cinesytem

52º Encontro do Clube de Propaganda e Marketing SC contou com platéia lotada

spot_img

52º Encontro do Clube de Propaganda e Marketing SC contou com platéia lotada

spot_img

Profissionais de diversos segmentos acompanharam por mais de duas horas a palestra de Marta Gleich

No último dia 21, o Clube de Propaganda e Marketing de Santa Catarina realizou no Majestic Palace Hotel, em Florianópolis, a 52ª edição de seus encontros. Desta vez a palestra foi por conta de Martha Gleich, diretora de mídias digitais do Grupo RBS, que apresentou as 15 tendências no segmento de mídias digitais. A executiva apresentou de forma didática, e usando uma linguagem acessível aos presentes, dados reais do mercado nacional e internacional daquele setor.

A 1ª tendência apresentada por Marta fazia uma comparação entre o relacionamento analógico e o digital, mostrando que tudo é digital ou vai se tornar digital;

A 2ª tendência falava da portabilidade e mobilidade em todo lugar, ou seja, hoje o consumidor circula por diversos ambientes e a comunicação de uma marca tem que estar nesses locais por onde ele circula;

A 3ª tendência mostrava a personalização e o conteúdo próprios, exemplificado pelo Google que possui o igoogle, onde o usuário cria a sua página personalizada com as suas preferências e necessidades;

A 4ª tendência foi a multicomunicação:a a marca apresentada em todos os meios, ou seja, uma comunicação 360º apresentando a publicidade ao consumidor não apenas limitada em uma ou duas plataformas, mas sim, em tantas plataformas quantas possíveis, pois nos dias atuais os consumidores estão espalhados nas diversas mídias existentes.

A 5ª tendência é a onipresença da internet que, como sabemos, ela faz parte do dia-a-dia de milhares de lares brasileiros. Durante a apresentação, Martha informou que no Brasil mais de 73.700 milhões pessoas possuem acesso à internet.

A palestrante falou das Redes Sociais (6ª tendência), apresentando o case da rede de farmácias Panvel que, durante a sua campanha, teve a sua marca presente no Trending Topics. Comentou também sobre a valorização da imagem (7ª tendência), mostrando o número de vídeos que circulam pela web, além de apresentar ao público uma previsão que em 2014, 91% do tráfego da internet será de vídeos.

Na 8ª tendência a palestrante falou da mídia de massa e mídia segmentada, ressaltando que na internet é possível fazer os dois, mesmo sendo num mesmo site. Usou como exemplo o site ClicRBS que possui conteúdo muito diversificado, porém é possível segmentar por assuntos dentro do site.

A 9ª tendência apresentada foi o que a palestrante chamou de hiperlocalismo – é a relevância do que acontece próximo da sua população. Hoje, com a internet, muitas vezes, é mais fácil você saber de notícias de outros Estados e Países do que noticiais de seu bairro. O hiperlocalismo visa essa aproximação.

A 10ª tendência é a que muitas pessoas já sentem: a overdose de informação gerada pela profusão dela e pela facilidade de acesso pelos diversos meios disponíveis no mercado. Muitos canais de televisão, rádio, jornais, aplicativos de celular, internet, mandando uma “chuva” de conteúdo em determinado momento, satura as pessoas.

A 11ª tendência é a participação e interatividade, pois no jornalismo, muitas vezes, a cobertura de um acontecimento não se faz pelo jornalista e, sim, por pessoas comuns, moradores, turistas, pessoas que estavam próximo do acontecimento e fotografaram, filmaram e passaram aos veículos de comunicação.

A 12ª tendência é o aumento do consumo de mídia que, segundo Marta, deverá dobrar nos próximos anos.

A 13ª tendência é a fragmentação no consumo de mídia, em função dos diversos meios existentes e com o consumidor espalhado por diversos meios tornou-se muito mais complexo atingir o público.

A 14ª tendência apresentada foi o crescimento do investimento publicitário que vem crescendo a cada ano e, dentre todas, a internet é a que apresenta o crescimento mais acelerado.

Finalizando

A palestrante encerrou sua apresentação lembrando que na internet as coisas acontecem muito rápidas e não devemos esperar chegar aos 100% para lançar um projeto. Podemos e devemos lançá-lo com antecedência e ir aperfeiçoando-o, como ela mesma resumiu, “Cuidar o timing para não perder o tempo”.

Colaborou Ivo Pires

spot_img
spot_img