10 C
fpolis
sábado, maio 21, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Floripa Letrada: Incentivar o hábito da leitura, criar novos leitores e divulgar escritores

spot_img

Floripa Letrada: Incentivar o hábito da leitura, criar novos leitores e divulgar escritores

spot_imgspot_img

O projeto quer democratizar livros e revistas nos terminais de ônibus

Incentivar o hábito da leitura, criar novos leitores e divulgar escritores são metas do Floripa Letrada- a palavra em movimento, um projeto da Secretaria de Educação da Capital. A proposta é disponibilizar gratuitamente para a população livros e revistas nos terminais de ônibus. A princípio, a iniciativa irá se concentrar em três pontos, para na seqüência ser ampliado para outros locais. O projeto irá contemplar neste momento os terminais do Centro (TICEN), do Rio Tavares (TIRIO) e o de Canasvieiras (TICAN), que reúnem no total cerca de 185 mil usuários do transporte coletivo. A solenidade de lançamento acontecerá no dia 24 de agosto, às 11 horas, no Ticen, por onde circulam diariamente 120 mil pessoas.

Conforme a Secretária Adjunta de Educação, a prefeitura quer dar oportunidade para que as pessoas leiam as obras enquanto estiverem esperando o transporte coletivo, ou dentro do ônibus, durante o trajeto da viagem. Sidneya Gaspar de Oliveira afirma que o usuário poderá, se assim desejar, levar o material para casa. O apelo que a Secretária Adjunta faz é que após a leitura, os livros e revistas sejam deixados em algum terminal que faz parte do projeto.

Quem quiser fazer doação de obras para o Floripa Letrada, pode entrar em contato pelo telefone 3251-6100. São aceitos livros de romance, conto, poesia, ficção, auto-juda, crônica, aventura e biográfico. As revistas podem ser as mais diversas, como as de cultura, ciência, música e variedade.

Tem mais

Para possibilitar a criação de um ambiente cultural , outra estratégia da Secretaria de Educação é a instalação de outdoors e elaboração de pinturas, nos muros da cidade, de letras de músicas e poemas, destacando datas comemorativas. Além disso, serão promovidos saraus, conhecidos como encontros literários, e performances em lugares públicos envolvendo poetas e artistas do município.

Na arte de contadores de histórias serão formados professores, estudantes de núcleos de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e participantes do Escola Aberta, que reúne nos finais de semana ou feriados a comunidade em determinado estabelecimento de ensino da prefeitura.

Focado também nas tecnologias educacionais, o projeto Floripa Letrada pretende abrir cursos e oficinas de inclusão digital para a comunidade, a exemplo de ferramentas de edição de texto, planilha eletrônica, blog e site.

Movimento diário de Terminais

TICEN-120 mil pessoas

TICAN-40 mil pessoas

TIRIO-25 mil pessoas

spot_img