17.2 C
fpolis
domingo, setembro 26, 2021
cinesytem

Fundação Franklin Cascaes comemora 23 anos nesta quinta-feira

spot_img

Fundação Franklin Cascaes comemora 23 anos nesta quinta-feira

spot_img

A Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC) completa 23 anos nesta quinta-feira (29/07). A programação festiva inicia às 6h30, com o projeto “Acordando a Cidade”, levando música e folclore para o Terminal de Integração do Centro (Ticen). As comemorações prosseguem à noite, a partir das 18h, no Forte Santa Bárbara, onde haverá um concerto e a entrega dos prêmios Franklin Cascaes de Cultura 2010 e Silvio Coelho do Santos.

Pela manhã, a partir das 6h30, a agenda cultural no Ticen terá apresentação do Boi-de-mamão do Itacorubi, Grupo da Terceira Idade da UFSC e Duo Marisol e convidados. À noite, às 18h, na sede da FCFFC no Forte Santa Bárbara, acontece um concerto com o pianista Alexandre Dietrich e o tenor Fernando De Carli, além da entrega das premiações na área da cultura.

Incentivo à pesquisa

Dirigido a estudantes universitários e pesquisadores, o concurso de monografias sobre a história e a cultura de Florianópolis foi criado para incentivar a geração de novas produções sobre a diversidade cultural no município, concedendo aos vencedores o prêmio Silvio Coelho dos Santos.

A iniciativa homenageia in memoriam o pesquisador que dedicou a vida ao estudo dos povos indígenas, à defesa dos direitos das minorias e ao fomento da pesquisa social no meio acadêmico. Os autores selecionados vão receber prêmios de R$ 10 mil (1º lugar), R$ 7 mil (2º lugar) e R$ 5 mil (3º lugar). Haverá ainda premiação para sete menções honrosas, no valor individual de R$ 1mil.

Sílvio Coelho dos Santos era pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e foi um dos fundadores do Instituto de Antropologia da UFSC, além de diretor do Museu Universitário Oswaldo Rodrigues Cabral, entre 1970 e 1975. Graduado em História pela UFSC e doutor em Ciências Humanas pela Universidade de São Paulo (USP), era membro da Academia Catarinense de Letras. Faleceu em 26 de outubro de 2008.

Cultura em destaque

O Prêmio Franklin Cascaes de Cultura entra na segunda edição valorizando e reconhecendo iniciativas e trabalhos realizados por pessoas, grupos, instituições públicas e privadas que atuam no município e que se destacam na atividade artística e cultural. No ano passado, primeira edição do prêmio, houve 16 premiações para expressões artísticas e três em categorias especiais.

Em 2010 serão 20 premiados sendo dois por categoria artística. Também será conferida uma premiação para revelação e uma para a personalidade do ano, além de quatro homenagens especiais. Uma comissão técnica avaliou as sugestões de iniciativas individuais ou coletivas nas áreas de artes visuais, literatura, cinema, teatro, música, dança e cultura popular, além de propor nomes para as demais categorias e homenagens feitas pela Fundação Franklin Cascaes.

Criado em 2008, a premiação faz uma justa homenagem ao pesquisador catarinense que dá nome à instituição de cultura no município. Historiador, professor, ecologista, folclorista e talentoso artista, Cascaes dedicou parte de sua vida ao registro das tradições, usos e costumes dos colonos que habitaram a Ilha de Santa Catarina. Resultado de mais de 40 anos de pesquisa, a obra do artista consiste num rico acervo com esculturas, desenhos e centenas de anotações, recortes de jornais, cadernos dos tempos da escola, entre outros documentos. Franklin Cascaes faleceu em 15 de março, no final do verão de 1983.

Serviço:

O Quê: Projeto Acordando a Cidade – Aniversário da Fundação Franklin Cascaes

Boi-de-mamão do Itacorubi

Grupo da Terceira Idade da UFSC

Duo Marisol e convidados

Quando: Quinta-feira (29 de julho)

Onde: Terminal de Integração do Centro (Ticen) – 6h30

O Quê: Aniversário da Fundação Franklin Cascaes

Concerto com Duo Alexandre Dietrich e Fernando De Carli

Entrega do Prêmio Silvio Coelho dos Santos

Entrega do Prêmio Franklin Cascaes de Cultura 2010

Onde: Forte Santa Bárbara – 18h

Rua Antônio Luz nº 260 – Centro

Quanto: Gratuito


***Homenageados – Prêmio Franklin Cascaes de Cultura 2010

Teatro

Teatro de Quinta

Fita Floripa – Festival Internacional de Teatro de Animação

Artes Visuais

Departamento de Artes Visuais – DAV (UDESC)

Exposição Teleplastias

(Obra de Walmor Corrêa, com curadoria de Rosangela Cherem)

Cinema

Vinil Filmes

Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

Música

Bernardete Castelán Póvoas

Banda Francolino

(No projeto “Festa para Cascaes-Homenagem ao Centenário de Franklin Cascaes”)

Literatura

Silveira de Souza

Programa de Leitura e Literatura do Serviço Social do Comércio (Sesc/SC)

Dança

Ana Luiza Ciscato

Projeto Entrando em Contato (coordenado por Ana Alonso)

Cultura Popular

Lili da Rabeca
Projeto Raízes (coordenado por Maria das Graças Carneiro

Personalidade do Ano

Vera Sabino

Revelação do Ano

Cineclube Ieda Beck

Homenagens Especiais

Banco do Brasil (parceria institucional)

Capitania dos Portos de Santa Catarina (parceria institucional)

Tractebel Energia S.A (apoio institucional via Lei Rouanet)

Unimed Grande Florianópolis

(apoio institucional via Lei Municipal de Incentivo à Cultura)

***Vencedores do Prêmio Silvio Coelho dos Santos

1º Lugar
“Resolveo a mesa que pelo menos houvesse huma missa resada: festas e procissões na Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos em Desterro/SC-1860”
Karla Leandro Rascke

2º Lugar
“Carnaval na Ilha: uma etnografia da Escola de Samba Embaixada Copa Lord”
Camila Azevedo dos Reis

3º Lugar

“Olhares da Cidade: um mosaico de Neide Maria Rosa”

Vivian de Camargo Coronato

Menção Honrosa

“A aventura do rap em Florianópolis: Musicalidades urbanas no movimento Hip Hop” – Ângela Maria de Souza

“Os Sons da Ilha: a cultura local na produção musical do Grupo Engenho, Florianópolis 1979-1984” – Marco Antonio Ferreira de Souza

“Florianópolis em aquarelas e nanquins – Uma exposição de arte em tempos de modernidade” – Elizabeth Ghedin Kammers

“Dias Velho: Lenda e Realidade” – João Carlos Mosimann

“A Programação do Theatro Santa Isabel e o gosto musical em Desterro no final do Império” – Gustavo Weiss Freccia

“O Grupo Desterro: Política e literatura no fim do Império (1881 – 1889)” – Luiz Alberto de Souza

“Paredes do Passado, Vestígios da História: a arquitetura de Florianópolis como documento para o ensino da História” – Rodrigo Nelson Pereira

spot_img
spot_img

Leia mais